Notícia

Quatro ganham, cinco não... mas todos seguem 'vivos'

Nov 26, 2017

Foto Liceo vs Sporting: Luis Miguel Velasco Hevia

Depois de uma jornada em que, entre nove equipas nas competições europeias, só o Tomar não venceu, mais de metade das equipas lusas não conseguiu a vitória este sábado. Mas todos seguem "vivos".

Na fase de grupos da Liga Europeia, só o Porto venceu.

Numa jornada em que todas as equipas portuguesas jogaram fora, a vitória expressiva dos dragões em França (3-11 frente ao La Vendeénne) foi a excepção numa regra de empates. O Porto lidera o grupo B com seis pontos, tantos como os italianos do Follonica, que venceram em Vic por 0-1.

No grupo A, de regresso ao palco onde conquistou já esta temporada a Continental, a Oliveirense não foi além de um empate a quatro com a equipa de Reinaldo Ventura. No entanto, os vice-campeões europeus seguraram a liderança da classificação, para o qual contribui o jogo em atraso da primeira jornada entre Reus e Viareggio, não realizado por cancelamento do voo dos italianos. Este sábado, no outro jogo do grupo, o Reus iniciou a defesa do título com uma vitória sobre o Iserlohn por 4-8.

Já nos grupos C e D, os eternos rivais regressam a casa com iguais empates a uma bola. O Benfica empatou em Itália, frente ao Forte dei Marmi. A equipa italiana comprometeu no ano passado o apuramento do Sporting, e este ano promete complicar as contas das águias, que marcaram por Valter Neves.

Sergi Miras e Henrique Magalhães defrontaram-se com as camisolas que o outro vestira na temporada transacta

Entre "verdes", na Corunha, o Sporting entrou melhor e inaugurou o marcador por Henrique Magalhães aos três minutos, no regresso do internacional português - e também de Toni Perez - à casa que foi sua na pretérita temporada. O Liceo, que contou com Sergi Miras (ex-Sporting) a partir dos 10 minutos, restabeleceu a igualdade aos sete minutos num golo atribuído a "Dava" Torres, mas em que parece ser o patim de Platero a "responder" à assistência de Josep Lamas ao segundo poste. Os "verdes" da Galiza, com domínio consentido, estiveram quase sempre por cima, mas não conseguiriam voltar a bater Girão.

O Benfica perde a liderança do grupo C, fruto da vitória do Barcelona em Montreux por 0-10, enquanto o Sporting segue líder, dado que o Lodi, que venceu nesta jornada em França por 2-3, perdera na primeira na recepção ao Liceo.

Todos nos oitavos

Na Taça CERS, todas as equipas portuguesas seguem em frente.

O caso mais tremido era o do Tomar, que empatara a quatro na recepção ao Merignàc na primeira mão. Mas os nabantinos foram categóricos em França e venceram por 1-6, selando a passagem à próxima eliminatória.

Sem vencer, Valença e Turquel também dão um passo em frente, graças aos resultados da primeira mão. Os minhotos não foram além de um empate a três na Áustria (8-4 no total), perante o Wolfurt, e a equipa da Aldeia do Hóquei chegou a ver tremida a qualificação... A vitória na Suíça por 3-5 parecia dar tranquilidade, mas os helvéticos vieram à "Aldeia do Hóquei" vencer (1-2) e são afastados pela margem mínima (6-5 no agregado).

Tranquilas foram as deslocações de Juventude de Viana e Óquei de Barcelos. Já com a qualificação no bolso depois de goleadas na primeira mão, os vianenses venceram em Dusseldorf por 0-6, enquanto os barcelenses derrotaram o Uttigen por 6-10.

Sporting de Tomar desfez 'equívocos' da primeira mão de forma categórica

Na próxima eliminatória, nos oitavos-de-final, curiosidade para o triplo duelo minhoto-catalão. O Valença defronta o Voltregà, a Juventude de Viana tem pela frente o Vendrell e o Barcelos, vencedor das duas últimas edições da prova, mede forças com o Noia. Na primeira mão, agendada para 9 de Dezembro, as três equipas portuguesas viajam até à Catalunha, podendo resolver depois em casa na segunda mão, a 13 de Janeiro.

Também fora no primeiro jogo dos "oitavos" jogará o Tomar. A equipa de Nuno Domingues irá no entanto um pouco mais longe, até à cidade transalpina de Valdagno.

O Turquel será o único a jogar a primeira mão em casa, defrontando os franceses do Saint-Omer, onde joga o turquelense Xavier Lourenço. O jovem jogador português - depois de uma vida no Turquel - saiu na temporada passada para Alcoy e esta temporada deu continuidade ao périplo na Europa, rumando a França.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade