Notícia

Vantagem mínima para a decisão em França

Dec 11, 2017

Na primeira mão dos oitavos-de-final da Taça CERS, entre as equipas portuguesas, só o Turquel jogou em casa e só o Turquel garantiu vantagem para a segunda mão. Mas tangencial.

Luís Silva abriu o marcador

Na recepção aos franceses do Saint-Omer, os "Brutos dos Queixos" começaram praticamente a ganhar, com um tento de Luís Silva. No entanto, a equipa gaulesa mostrou valor para discutir a eliminatória. Com os portugueses Edu Leitão e Xavier Lourenço no cinco inicial, ambos de regresso a uma casa que já foi sua, e Pedro Chambell no banco (jogaria na segunda parte), o Saint-Omer organizou-se bem defensivamente, espreitando - muito a espaços - o contra-ataque.

"Xavi" Lourenço marcou no regresso a casa

Os turquelenses estiveram perto do segundo golo numa grande penalidade - que Vasco Luís "conquistou" mas não conseguiu converter - e seria mesmo um turquelense a marcar... mas para o Saint-Omer. De grande penalidade, Xavier Lourenço, que em 2015 deixou a Aldeia do Hóquei rumo ao Alcoy e à OK Liga, assinou o empate.

Mais perigosa, a equipa portuguesa orientada por Jorge Godinho, regressaria à vantagem ainda na primeira parte, com um tento do único reforço para esta temporada, André Moreira, sem que no entanto conseguisse consolidar a vitória.

André Moreira garantiu triunfo

Na segunda parte, o Turquel continuou a criar mais oportunidades, mas os gauleses, com Pedro Chambell em destaque, não sofreriam mais qualquer golo. E poderiam mesmo ter levado um empate para a segunda mão em França, não fosse Jacobo Mantiñan desperdiçar um livre directo...

No final, a vitória curta dos alvinegros agradava mais aos três portugueses - Xavier Lourenço, Edu Leitão e Pedro Chambell - que representam o Saint-Omer do que ao treinador do Turquel, Jorge Godinho.

Nos outros jogos das equipas portuguesas, todos além fronteiras, Barcelos e Sporting de Tomar, mesmo sem vencer, deixaram tudo em aberto para a segunda mão, a realizar perante o seu público. Os vencedores das duas últimas edições da prova empataram a um em Noia, enquanto os nabantinos registaram uma espectacular igualdade a seis em Itália, frente ao Valdagno.

Tarefas árduas terão Juventude de Viana e Valença. Derrotadas respectivamente em Vendrell (3-1) e Voltregà (5-1), as duas equipas minhotos terão de encetar recuperações frente aos actuais oitavo e décimo classificados da competitiva OK Liga.

Caminho barcelense para três Final Four consecutivas começou em 2014 frente ao Noia, então detentor do troféu

Nas três partidas sem equipas portuguesas, destaque para a vitória folgada do Breganze sobre o Dornbirn (9-2) que certamente valerá aos italianos um lugar nos "quartos-de-final", onde defrontará Turquel ou Saint-Omer.

Por decidir estão as eliminatórias entre Igualada e Lleida, com os arlequins a viajarem a Lleida com uma vantagem de 4-3, e entre Noisy Le Grand e Correggio, que empataram a dois em França.

A segunda mão dos oitavos-de-final da Taça CERS está agendada para 13 de Janeiro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade