Notícia

Mudança na defesa do Benfica

Feb 07, 2018

Há "dança" na defensiva do Benfica para a próxima temporada, com a entrada de Xavier Cardoso e a saída de Tiago Rafael.

Nem Edu Lamas, nem Albert Casanovas, nem Xavi Barroso, todos apontados pela imprensa ao Benfica. Chegará um "Xavi", mas será Xavier Cardoso, do Valongo.

O compromisso de "Xavi" com o Benfica já fora divulgado na imprensa nos primeiros meses de 2017, apontando desde logo à integração apenas em 2018/19, num processo semelhante ao de Miguel Vieira que ainda cumpriu mais uma temporada em Barcelos antes de rumar em definitivo, no último defeso, à Luz.

De resto, Miguel Vieira é um "velho" conhecido de Xavier Cardoso. Juntos conquistaram o Mundial de Sub-20 em 2013, em Cartagena de las Indias, e juntos voltaram a triunfar um ano depois, no Europeu de Valongo. E só não estiveram juntos na conquista da Taça Latina em 2016, em Follonica, porque Miguel Vieira fracturou um dedo.

Xavier Cardoso deverá jogar ao lado de Valter Neves em 2018/19

Xavier Cardoso completa 23 anos no próximo dia 14 de Fevereiro e é internacional em todos os escalões. Natural de São João da Madeira, começou na Sanjoanense. Rumou nos Sub-15 ao FC Porto, saindo para o Valongo ainda na formação, numa "debandada" de jovens talentos do Dragão, como Telmo Pinto, João Souto e Álvaro Morais, que culminou com a conquista do histórico Campeonato Nacional em 2014.

Houve rumores de que a integração de Xavier Cardoso no plantel do Benfica poderia ser adiada mais uma temporada, mas o jogador rumará mesmo à Luz no próximo Verão, a que não deve ser alheia a excelente temporada protagonizada pelo Valongo, que é actual quinto classificado, a dois pontos da Oliveirense.

Sai Tiago Rafael

De saída da Luz está Tiago Rafael.

O defesa-médio, natural de Turquel, regressou ao Benfica em 2014, depois de uma primeira passagem entre 2008 e 2011. Pese a sua saída ser badalada nas últimas temporadas, o garante defensivo que sempre aportou à equipa valeu-lhe a continuidade. Até ao final desta época.

Internacional português, Tiago Rafael deixou Turquel para terminar a sua formação em Paço de Arcos, onde subiu aos seniores. Depois de uma temporada em Gulpilhares (2004/05), rumou ainda mais a norte, a Barcelos, onde se destacou pela visão de jogo e, em particular, pela "sociedade" de sucesso com Cacau.

Tiago Rafael completará sete anos de águia ao peito

As boas prestações pelos "galos" granjearam-lhe a chamada de um Benfica que procurava regressar aos títulos. Tal seria conseguido em 2010, com contribuição fundamental de Tiago Rafael que apontaria quatro golos na vitória por 6-1 na final da Taça de Portugal, frente à Física, realizada em Paço de Arcos. Mas, depois de uma época em que ficaria muitas vezes fora da convocatória, saiu para duas épocas ao serviço do Candelária, regressando em 2013 ao Turquel. Muitos vaticinaram a recta final da carreira, um canto de cisne que o jogador calou com nova etapa - e vitoriosa - no Benfica.

Tiago Rafael está a protagonizar uma boa temporada nas águias, mas, para já, desconhece-se por onde passará o seu futuro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade