Notícia

'Olhós castigos europeus!' - Juanjo fora dos 'quartos'

Feb 15, 2018

São raras as aplicações de castigos pelo Comité Europeu (CERS-RH), mas - em função das pontuais expulsões ou dos relatórios dos árbitros - lá são visados alguns dos intervenientes das competições sob a sua alçada.

Sem divulgação pública, esta quarta-feira ficaram a conhecer-se através dos orgãos de comunicação social do país vizinho alguns dos castigos aplicados sob incidentes desta temporada.

Entre as equipas portuguesas, Juan José López ("Juanjo"), reforço desta época para o Óquei de Barcelos, foi visado com dois jogos de suspensão, sendo ausência certa nos quartos-de-final da Taça CERS que os barcelenses disputam com a Juventude de Viana.

Juanjo esteve lesionado, mas estava apto para defrontar Juventude de Viana.

O jogador asturiano não foi expulso, mas no final do jogo da segunda mão dos oitavos-de-final com o Noia, disputada em Barcelos, terá estado numa discussão mais "acesa" com o veterano Jordi del Amor e tal não passou ao lado do relatório da equipa de arbitragem. "Juanjo" levou dois jogos e Jordi del Amor "apanhou" três, sendo que a sua equipa foi afastada e o jogador até já anunciou o abandono no final da temporada.

Paulo Pereira, treinador dos barcelenses, viu assim a sua preparação necessariamente alterada. O castigo foi comunicado esta terça-feira, a quatro dias do dérbi minhoto na CERS, tornando impossível recorrer em tempo útil, até porque, como o relatório que lhe deu origem é confidencial, não há acesso ao mesmo.

Juventude de Viana - desfalcada por lesões - e Óquei de Barcelos - agora sem Juanjo - jogam a primeira mão do acesso à Final Four em Viana já este sábado, dia 17, e a segunda mão em Barcelos, no dia 10 de Março. Recorde-se que o Óquei de Barcelos é o detentor da Taça CERS, prova que conquistou nas duas últimas temporadas.

Seis meses para Gual

A divulgação dos castigos surgiu depois do Barcelona tornar pública a sua indignação com o castigo a Marc Gual. O multititulado internacional espanhol foi expulso com vermelho directo - por agressão a Diogo Rafael - na partida da terceira jornada da fase de grupos da Liga Europeia, jogada a 9 de Dezembro, e o castigo agora comunicado ao emblema blaugrana é de seis meses.

O castigo prolongar-se-à assim até 8 de Junho, sendo que - como a Final Four, que marca o final da prova, se disputa 12 e 13 de Maio - o Barcelona fica impedido de voltar a utilizar o jogador na principal competição europeia esta época.

Recorde-se que os blaugrana, recordistas de conquistas na Liga Europeia, já estão apurados para os quartos-de-final. Este fim-de-semana, caso pontuem em Itália com o Forte dei Marmi, garantem o primeiro lugar, evitando assim o confronto na próxima fase com o FC Porto.

Outros dos processos que levantou alguma celeuma foi o castigo a Sergi Pla, jogador do Igualada. O emblema catalão já tinha reclamado na demora da análise do CERS-RH e, enquanto o castigo não saiu, acabou eliminado pelo Lleida (que agora está no caminho do Tomar). Os dois jogos de castigo entretanto aplicados, ficaram assim cumpridos nas duas mãos dos oitavos-de-final.

Provas relacionadas

Taça CERS - Quartos-de-final
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade