Diário

Hóquei Diário / 8 de Abril de 2018

Apr 08, 2018

Reus, Porto, Barcelona e Sporting na Final Four

Os vencedores dos respectivos grupos na primeira fase da Liga Europeia vão estar presentes na decisão da prova a 12 e 13 de Maio.

O Reus, campeão em título, virou a eliminatória com o Liceo, vencendo por esclarecedores 7-2 depois de ter perdido por 4-1 na Corunha. A montanha da qualificação era mais fácil de escalar para o Porto, que só tinha uma desvantagem de um golo, mas os dragões não só garantiram o apuramento, como tocaram o céu. A equipa de Guillem Cabestany goleou o Benfica por 9-2, com uma mão cheia de golos de Gonçalo Alves, e irá defrontar o Sporting nas meias-finais.

Para defrontar o Reus, apresenta-se o Barcelona. O clube blaugrana venceu o Follonica por 5-1 e está nas "meias" da mais importante prova de clubes pela sétima época consecutiva, procurando o 22º troféu.

Quem tem estado afastado destas decisões é o Sporting. Mas os leões estão de volta. Repetindo a vitória por 3-2 da primeira mão sobre a Oliveirense, o Sporting está numa meia-final 29 anos depois e está determinado em garantir a organização da Final Four no ano em que estreia o João Rocha.

Saiba mais: "O regresso do Sporting no eclipse de Benfica e Liceo"

Adeptos encarnados retidos

O Clássico do Dragão Caixa entre Porto e Benfica teve um vencedor inequívoco, mas nem assim escapou à polémica. O jogo começou sem claques nos topos e, quando a claque afecta aos portistas entrou, já se registava um 6-0 no marcador. A claque do Benfica não chegaria a entrar...

Os adeptos encarnados que viajaram em grupo organizado, terão sido retidos no metro por as forças de segurança terem entendido que não estavam reunidas as condições para os conduzirem até ao Dragão Caixa e, em comunicado no seu site oficial, o Benfica exigiu esclarecimentos. Respondeu o Porto também em comunicado, remetendo a responsabilidade para as autoridades, mas sem deixar de aludir a outras "guerras", do futebol.

Infante reacende esperança na manutenção

À margem da Liga Europeia, realizaram-se três partidas para o Campeonato Nacional.

Na luta pelo sexto lugar, a Juventude de Viana venceu o Tomar por 5-2, com Emanuel Garcia a assinar mais dois golos, cimentando - à condição de um jogo a mais - a liderança da tabela de melhores marcadores. Os vianenses destacam-se do Barcelos (recebe o Benfica quarta-feira) e "cavam" uma vantagem de seis pontos para os nabantinos.

No fundo da classificação, o lanterna-vermelha Grândola "afundou-se" ao perder 8-1 em Turquel, com Vasco Luís a assinar cinco dos golos. O capitão da equipa da Aldeia do Hóquei está num momento extraordinário, juntando este cinco golos aos quatro conseguidos na ronda anterior, frente ao Infante Sagres, e o Turquel vai amealhando pontos importantes rumo à manutenção. Ainda que à condição, está em nono, sete pontos acima da linha de água.

Quem também tem razões para sorrir, ainda que relativas, é o Infante Sagres. No penúltimo lugar da tabela classificativa, venceu em Valença por 4-5 depois de 10 derrotas consecutivas para o campeonato e, mesmo sem sair do 13º lugar, fica a três pontos do seu adversário nesta ronda, que é o primeiro acima da linha que separa quem fica de quem desce. Destaque nesta partida para um hat-trick de João Candeias.

A 20ª jornada prossegue quarta-feira com os jogos entre Paço de Arcos e Oliveirense (21h), Braga e Porto (21h30) e Óquei de Barcelos e Benfica (21h30), e só ficará concluída no dia 18, a partir das 21h30, com o Valongo a receber o Sporting.

Saiba mais: "Campeonato Nacional 2017/18"

Valdagno contracorrente

Em Itália, o Valdagno esteve em destaque ao ser a única equipa que, no primeiro jogo dos quartos-de-final dos playoff, contrariou a classificação da fase regular. A equipa que já foi de Carlos Nicolía ou Pedro Gil, mas que atravessa um momento mais discreto (terminou em sétimo na primeira fase), venceu o Forte dei Marmi por 2-1 e adiantou-se na eliminatória.

Lodi e Viareggio venceram respectivamente, em duelos de portugueses, Monza e Bassano. O Lodi de Nuno Resende, Luís Querido e Gonçalo Pinto venceu o Monza de Pedro Batista por 2-3, com Giulio Cocco (anunciado reforço portista) a bisar, enquanto o Bassano, apesar de um golo de Diogo Neves, foi batido pelo Viareggio de Reinaldo Ventura por 2-4.

O Breganze já tinha jogado e vencido em Follonica por 3-6.

No segundo jogo desta eliminatória, Lodi, Valdagno e Viareggio (todos no dia 10) e Breganze (dia 11) carimbam, em caso de vitória, o apuramento para as meias-finais.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade