Notícia

Lleida garante final no prolongamento

Apr 28, 2018
Nando Fontanet

Por Nando Fontanet, correspondente em Lleida.

O Lleida Llista Blava chegou à final depois de um jogo de emoções fortes.

A equipa azul e branca vai defrontar o Óquei de Barcelos após uma meia-final em que passou de uma vantagem de 3-0 a um 3-3 que levou ao prolongamento. Um golo de Cañellas selou a passagem.

Guarda-redes, protagonistas na primeira parte

O Lleida Llista Blava começou a segunda meia-final de olho na partida decisiva. Aos 15 minutos, a equipa anfitriã vencia com dois golos sem resposta e falhara um livre directo, depois de azul para Federico Ambrosio. O capitão Andreu Tomás, primeiro, e o argentino Darío Gimenez, mais tarde, assinaram os dois primeiros golos, e os protagonistas do resto da primeira parte foram os guarda-redes. Quer Sgaria, pelo Breganze, como Tomàs pelo Lleida, tiveram intervenções de mérito, fixando o 2-0 com que terminaria a primeira parte.

Emoção até ao fim

A segunda parte começou melhor para os italianos. Segundos após o reinício, Cocco rematou duas vezes ao travessão e Sgaria parou um livre directo do especialista Darío Giménez, mantendo a diferença. Com oportunidades junto de ambas as balizas, Roberto Di Benedetto teve duas oportunidades de livre directo para ampliar o marcador. Se na primeira, Sgaria evitou o golo, na segunda a vantagem dos catalães subia para um 3-0 que parecia definitivo. Mas não. Algo mudou no jogo e o Breganze Hockey cresceu. Falhou um livre directo, mas, a partir desse momento, regressou ao jogo.

A cinco minutos do final, os "rossoneri" davam tudo e Álvaro Giménez e Franco Platero reduziam para 3-2. E Federico Ambrosio, num remate letal da zona frontal, levava o jogo para prolongamento, não sem antes uma última oportunidade para o Lleida, mas com Sgaria a parar o livre directo de Giménez.

Prolongamento de enfarte e o Lleida finalista

Os derradeiros dez minutos do jogo, jogados para além do tempo regulamentar, seguiram a toada do segundo tempo. Houve oportunidades para uma e outra equipa, com livres directos para um e outro lado, mas ambos os guarda-redes estavam à altura das circunstâncias. Apesar da recuperação épica do Breganze, e uma actuação extraordinária do sua guarda-redes, Bruno Sgaria, a um minuto de se ir às grandes penalidades, Joan Cañellas sentenciou a meia-final com um 4-3 que coloca o Lleida na segunda final da sua História.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade