Notícia

Portugal goleia Áustria

Jul 19, 2018

Portugal venceu a Áustria por 1-15 e um empate frente a França assegura-lhe o primeiro lugar no grupo A.

A resistência austríaca foi rapidamente derrubada. Portugal entrou apostado em não dar confiança à habitualmente bem regrada defesa austríaca e, com João Rodrigues como ariete, já vencia por dois golos aos cinco minutos.

João bisou nos instantes iniciais e marcou por mais três vezes na etapa complementar

Seguiram-se três golos de Gonçalo Alves num ápice. O atacante do Porto tem sido mais determinante pelas assistências aos companheiros do que pelos golos da conta pessoal, mas, em pouco mais de dois minutos, elevou a vantagem portuguesa para cinco golos sem resposta.

Gonçalo Alves, eficaz, marcou três golos em dois minutos

Luís Sénica começou mais cedo a rodar a equipa, quiçá já a pensar nos próximos desafios. Com as primeiras entradas em pista de Rafa e Henrique Magalhães, Portugal contou com outro reforço de peso... mas para a bancada. Um numeroso grupo do Corpo Nacional de Escutas de Leça do Balio puxou pela sua selecção em momentos ímpares neste Europeu, que tem sido marcado pela ausência de público.

Também para eles, Hélder Nunes fez o sexto português e Vítor Hugo bisou, para um 0-8 de parcial a dez minutos do intervalo.

Vítor Hugo bisou

Faltou então alguma eficácia, própria de quando se constrói uma larga vantagem. Só nos instantes finais da primeira parte é que Portugal voltaria a chegar ao golo, por Rafa, fixando um 0-9 ao intervalo, mas tal funcionaria desde logo como mote para a etapa complementar.

Após o descanso, Portugal voltou a entrar forte. Em oito minutos, João Rodrigues marcou por três vezes, aumentando para 15 o seu pecúlio pessoal na prova, e Rafa fez o seu segundo no encontro.

Portugal teve reforço de peso - e sempre alerta - nas bancadas

A Áustria raramente incomodou Pedro Henriques, dono da baliza portuguesa neste jogo, mas não deixou de mostrar alguns bons jovens executantes e lograria chegar ao golo. Como que vincando a frieza que lhes é apontada, os austríacos não ligaram a superstições e a 13 minutos do final, quando Portugal já tinha 13 golos, marcaram por Stefan Sahler, que ainda contou com um desvio para bater o guardião luso.

Empenho austríaco teve prémio num golo pincelado com alguma felicidade

Portugal fecharia as contas com mais dois golos de Hélder Nunes, a selar, tal como Gonçalo Alves um hat-trick, que se juntou à mão cheia de golos de João Rodrigues e aos "bis" de Rafa e Vítor Hugo. A selecção pecaria na concretização nos derradeiros nove minutos, quando a hora local já se encaminhava para a meia-noite, mas o trabalho estava feito.

Hélder Nunes fechou as contas da partida, com os dois derradeiros golos lusos

Com esta vitória e este resultado, Portugal ganha vantagem na corrida ao primeiro lugar do grupo A, que só perderá em caso de derrota com a França, que na sua terceira partida venceu a Suíça por 5-2.

Nos quartos-de-final, o adversário luso será a Alemanha ou a Inglaterra, que se defrontam no fecho da fase de grupos, esta quinta-feira, e serão terceiro ou quarto no grupo B. O primeiro do grupo A defrontará o quarto do B, e o segundo do A defronta o terceiro do B.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade