Notícia

Benfica fez a festa no aniversário do Valdagno

Sep 16, 2018

Foto de capa: Hockey Valdagno 1938 @ Facebook

O Benfica conquistou este sábado o triangular de Valdagno, ao vencer o Lodi – com desempate por grandes penalidades – por 3-2 e o Valdagno por 5-3. No primeiro jogo, o Valdagno vencera o Lodi por 4-3.

Os encarnados, que não contaram com Nicolia, a contas com uma lesão num joelho, venceram o Lodi, vigente campeão transalpino com golos de Miguel Rocha e Jordi Adroher, tendo os golos frente ao anfitrião Valdagno tido a assinatura de Miguel Rocha, Diogo Rafael, Xavi Cardoso (que bisou) e Miguel Vieira.

Depois do Torneio em Valdagno, o Benfica volta a encontrar-se com o Lodi a 3 de Outubro (20h30) na apresentação das águias aos seus sócios e adeptos.

Este triangular insere-se na celebração dos 80 anos do Valdagno, havendo uma aposta forte no recuperar de um elã recente.

Em 2017/18, o Valdagno terminou num modesto sétimo lugar na primeira fase, mas nos playoffs deu luta ao Forte, com uma vitória e uma derrota tangencial. No entanto, na negra, não conseguiria seguir em frente.

Na Coppa, o Valdagno caiu nas “meias” com o Follonica - que se viria a sagrar vencedor - depois de ter afastado, nos quartos, o Bassano do português Diogo Neves por 2-1.

Foi um registo modesto para quem conquistou o “scudetto” em 2009/10, 2011/12 e 2012/13, a Coppa Italia em 2013 e 2014 e a Supercoppa e 2010, 2011 e 2012. Sempre com Carlos Nicolía.

Nicolia chegou a Valdagno em 2007 e afirmou-se como a grande referência da história do clube, faltando-lhe conduzir a equipa à glória europeia.

Em 2012, o Valdagno venceu nos “quartos” da Liga Europeia, de forma retumbante, o Benfica (por 11-5), mas caiu nas “meias” frente ao futuro vencedor Liceo. E em 2013, no Dragão Caixa, voltaria a cair nas “meias”, desta feita perante o anfitrião Porto, por 9-7, no culminar de uma temporada em que Nicolía contou com Pedro Gil na equipa da província de Vicenza.

Antes, em 2008, o Valdagno foi finalista da Taça CERS, em Dinan (França), na primeira vez em que a prova foi decidida em Final Four. Perderia na final com o Tenerife.

Nesta temporada de celebração, chegaram os reforços André Centeno (ex-Paço de Arcos), Guillem Trabal (ex-Benfica), Gaston De Oro (ex-Forte) e Dario Gimenez, de regresso a Itália depois da afirmação no Lleida, onde conquistou a Taça CERS. De resto, a Taça WSE (novo nome para a Taça CERS) é uma das apostas da equipa orientada por Franco Vanzo, que tem o caminho “aberto” até aos “quartos”, onde poderá defrontar Turquel ou Viareggio.

A temporada oficial do Valdagno começa a 6 de Outubro com o primeiro jogo para a Série A1, principal campeonato italiano, frente ao Sandrigo.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade