Notícia

Europeu de Sub-20 arranca esta segunda-feira

Sep 16, 2018

Arranca esta segunda-feira em Viana do Castelo a 51ª edição do Campeonato da Europa de Sub-20, com Alemanha, Espanha, Inglaterra, Itália, Portugal e Suíça na corrida ao título continental.

Esta é a 12ª vez que a prova se realiza em Portugal, sendo que, nas 11 anteriores, a selecção das quinas terminou campeã em oito, num total de 19 triunfos, ainda aquém dos 23 da Espanha.

“Ainda” porque, depois de 2006, só deu Portugal, com cinco conquistas consecutivas, tendo agora a oportunidade de, pela primeira vez na história da competição, conseguir o “hexa”.

O Campeonato da Europa conta com seis selecções, disputando-se uma primeira fase de “todos-contra-todos” entre 17 e 21 de Setembro, seguindo-se a definição da classificação final no sábado, dia 22. O campeão será decidido entre o primeiro e o segundo da primeira fase.

Final, no sábado, às 21h, merecerá transmissão na RTP1 se a selecção portuguesa estiver presente.

Para dirigir as 18 partidas, com as regras que estão em vigor desde 1 de Setembro, foram chamados os árbitros Filippo Fronte (Itália), Juan Melero (Espanha), Júlio Teixeira e Ricardo Leão (Portugal), Lars Niestroy (Alemanha) e Roland Eggimann (Suíça)

O Europeu terá entradas livres no Pavilhão Municipal de Monserrarte, podendo ser também acompanhado em streaming na CERS-RH TV (em www.cers-rinkhockey.tv). E, caso Portugal chegue à final, merecerá transmissão no principal canal estatal português, a RTP1.

Esta prova marca o primeiro evento sem Marcello Bulgarelli como responsável de imprensa do organismo europeu (estará presente, mas como dirigente do seleccionado italiano), tendo sido substituído no cargo por Stefano Zamperin, que já estava na estrutura.

Esta segunda-feira, o Campeonato da Europa começa com os embates entre Itália e Inglaterra (16h), Espanha e Suíça (18h) e Portugal e Alemanha (21h).

Planteis das selecções presentes

Alemanha

Aaron Borkei, Alexander Ober, Colin Jachtmann, Jan-Erik Dobbratz, Leon Brandt (gr), Marvin Mensah (gr), Max Thiel, Niko Morovic, Nils Koch e Paul Cuntz. Seleccionador: Tobias Wahlen.

Espanha

Aleix Domenech, Alex Joseph, Arnau Anglas (gr), Luis Ricart, Miki Grau, Nil Gamissans, Pol Ferrer (gr), Pol Manrubia, Pol Molas e Roc Pujadas. Seleccionador: Sergi Macià.

Inglaterra

Cole O’Donovan, Darcy Sekyi, George Daly, Joshua Horn, Joshua Roberts (gr), Matthew Baker, Owen Norris, Reiff Hayward (gr), Ryan Norton e Thomas Mills. Seleccionador: José Carlos Amaral.

Itália

Cosimo Mattugini, Davide Nadini, Francesco Compagno, Leonardo Bertozzi (gr), Liam Rosi, Marco Ardit, Matteo Galimberti, Peter Ehimi, Pietro Lazzarotto e Stefano Zampoli (gr). Seleccionador: Massimo Mariotti.

Portugal

Alejandro Edo (gr), António Trabulo, Bernardo Mendes (gr), Carlos Ramos, Frederico Neves, Gonçalo Neto, Hugo Santos, João Lima, João Maló e Tomás Pereira. Seleccionador: Nuno Ferrão.

Suíça

Bjorn Schmid, Elias Kauter (gr), Fabian Althaus, Greogorio Boll, Jeremie Loye, Marc Blochlinger (gr), Patrick Wittwer, Remo Schuler, Sandro Meier e Yves Walther. Seleccionador: Stephane Simons.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade