Notícia

O Cinco Ideal 2017/18

Oct 16, 2018

A nova edição do Campeonato Nacional da I Divisão arrancou este fim-de-semana, mas pendente da última estava ainda a eleição e anúncio do Cinco Ideal, que o HóqueiPT promoveu pela terceira vez entre os treinadores e capitães das 14 equipas que disputaram a última edição daquele que é considerado o Melhor Campeonato do Mundo.

Apuradas as escolhas de 24 votantes do universo de 28 treinadores e capitães, os mais votados são Ângelo Girão (Sporting), Matías Platero (Sporting), Hélder Nunes (Porto), Jordi Adroher (Benfica) e João Rodrigues (Benfica).

Num lote de escolhas necessariamente mais reduzido pela especificidade do seu posto, o guarda-redes Ângelo Girão logrou 18 votos entre os guarda-redes. O também campeão nacional Matías Platero somou 14 e Hélder Nunes, único a constar pela terceira vez no “Cinco”, teve 13 votos. O ataque tem o signo da águia, com . João Rodrigues, que neste defeso rumou ao Barça, teve 12 votos, e Jordi Adroher foi escolhido por 10 dos votantes.

De referir que os 120 votos possíveis foram concentrados em “apenas” 19 jogadores, quando em 2017 houve 27 atletas “nomeados” e em 2016 se citaram 23.

Ângelo Girão, ou como um título se constrói de trás para a frente

Depois de Adroher (2016) e de Hélder Nunes (2017), o jogador mais votado foi Ângelo Girão, logrando 18 das 22 – o capitão e treinador do clube não podem votar em jogadores do mesmo emblema - nomeações possíveis.

O guarda-redes internacional português de 29 anos chegou ao Sporting em 2014 e não tardou em afirmar-se como a sua figura maior, indiscutível não só para os vários técnicos que conheceu, mas também para os adeptos.

Ângelo Girão, o mais votado, foi preponderante na conquista do título leonino

Em 2017/18, o Sporting sagrou-se campeão nacional com a melhor defesa da prova, com 48 golos sofridos contra 67 do segundo menos batido, o Porto, e muito deve a Ângelo Girão. Mas, com Paulo Freitas a vincar a máxima de que o ataque ganha jogos e a defesa ganha campeonatos, o título leonino também tem muito da muralha que se ergueu à frente do “muro” Girão.

E tal é reconhecido. A chegada de Matías Platero deu outra dimensão à constelação leonina e, no seu primeiro ano em Portugal, mereceu também a eleição para o Cinco Ideal. O outro “pilar basilar” desta “muralha”, Henrique Magalhães, terminaria na segunda equipa mais votada.

2017/18

Cinco Ideal

Ângelo Girão (Sporting), Matías Platero (Sporting), Hélder Nunes (Porto), Jordi Adroher (Benfica) e João Rodrigues (Benfica)

Segunda equipa

Pedro Henriques (Benfica), Henrique Magalhães (Sporting), Reinaldo Garcia (Porto), Rafa (Porto) e Gonçalo Alves (Porto)

2016/17

Cinco Ideal

Nelson Filipe (Porto), Hélder Nunes (Porto), Jordi Bargalló (Oliveirense), João Rodrigues (Benfica) e Reinaldo Garcia (Porto)

Segunda equipa

Ângelo Girão (Sporting), Carlos Nicolía (Benfica), Diogo Rafael (Benfica), Rafa (Porto) e João Souto (Oliveirense)

2015/16

Cinco Ideal

Guillem Trabal (Benfica), Jordi Adroher (Benfica), Hélder Nunes (Porto), Reinaldo Ventura (Óquei de Barcelos) e Ricardo Barreiros (Oliveirense)

Segunda equipa

Ângelo Girão (Sporting), Carlos Nicolía (Benfica), Reinaldo Garcia (Porto), Diogo Rafael (Benfica) e Gonçalo Alves (Porto)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade