Notícia

Sporting e Barcelos na frente

Nov 22, 2018

Sporting e Óquei de Barcelos saltaram para o topo da classificação após vitórias “fora de portas” e beneficiando do empate do Porto em Oliveira de Azeméis.

O jogo grande da sexta jornada - que começara no passado sábado com a vitória do Oeiras frente ao Valongo (4-3) – acontecia em Oliveira de Azeméis, com a Oliveirense a receber o líder Porto. E o jogo esteve à altura das expectativas, faltando apenas o “sal” dos golos, mas com muito mérito para os catalães Puigbi e Grau.

Oliveirense logrou “apenas” dois pontos na primeira volta frente aos outros assumidos três candidatos.

Depois de uma primeira parte sem golos, Marc Torra adiantou os locais aos oito minutos, para Hélder Nunes restabelecer a igualdade oito minutos depois, fixando o resultado final ainda com largos 10 minutos para jogar.

Sporting e Óquei de Barcelos na frente

Os dois pontos “perdidos” pelo Porto permitiram ao Sporting e ao Óquei de Barcelos, as duas equipas ainda invictas na prova, ascenderem à liderança do Campeonato Nacional da I Divisão.

O Sporting venceu em Turquel por 0-4. A equipa da Aldeia do Hóquei até entrou melhor, e dispôs de uma grande penalidade aos nove minutos (Vasco Luís não consegui bater Girão), mas não conseguiu desfeitear a muralha leonina. Toni Perez inaugurou o marcador a sete minutos e meio do intervalo e bisaria antes do descanso. Na segunda parte, Pedro Gil e Caio confirmaram a vitória dos leões.

Óquei de Barcelos tem, a par do Porto, o melhor ataque do Campeonato, com 29 golos apontados

O Óquei de Barcelos protagonizou em Paço de Arcos uma primeira parte demolidora. Na ressaca de uma viagem a França – que não foi mesmo mais do que uma viagem… - os pupilos de Paulo Pereira marcaram quatro golos nos primeiros 10 minutos e chegariam ao intervalo com os três pontos no bolso, com uma vantagem de 1-5. A etapa complementar, em gestão, terminaria com o resultado final de 2-6.

Na próxima jornada, já este fim-de-semana, em dois Clássicos do Hóquei em Patins, o Sporting recebe o Porto (domingo, 12h30), ao passo que o Óquei de Barcelos recebe o Benfica (sábado, 21h30).

Benfica “apanha” Porto

Depois da hecatombe de Braga, o Benfica cumpriu perante o seu público, frente ao Marinhense, e alcançou o Porto na classificação, com 13 pontos, a um dos líderes.

Os encarnados chegaram ao intervalo a vencer por 2-0, com golos de Adroher e Nicolía, mas o chileno Nicolàs Carmona transformou em golos a boa campanha da equipa da Marinha Grande, deixando as coisas empatadas a 13 minutos do fim, para susto dos adeptos das águias.

No entanto, o Benfica viria a garantir a vitória, por 4-2, com golos de Diogo Rafael e Valter Neves, ambos na sua 15ª época de águia ao peito.

Braga “cola” no pelotão da frente

O Braga mostrou em Tomar que a vitória sobre o Benfica, por 6-3, não fora um acaso, vencendo por 0-3 para três pontos que permitem igualar Oliveirense e Riba d’Ave na classificação, fechando a primeira metade da tabela a apenas três pontos do topo.

Na cidade dos Templários, após uma primeira parte sem golos ou cartões, houve um pouco de tudo na etapa complementar. O Braga, orientado por Rui Neto, adiantou-se aos quatro minutos, com um golo de Afonso Lima.

Nas próximas três jornadas, os bracarenses defrontarão nada menos que Oliveirense, Porto e Sporting.

O argentino “Conti” Acevedo voltou a brilhar na defesa das redes dos bracarenses – defendeu duas grandes penalidades e um livre directo – e Pedro Delgado (“Bekas”) garantiu com eficácia o triunfo, marcando na recarga a um livre directo depois de um azul a João Sardo e aproveitando a vantagem numérica depois de azul a Carlos Silva.

Juventude de Viana com a lanterna-vermelha

Em dérbi minhoto, a Juventude de Viana procurava fugir ao último lugar, mas não conseguiria somar a sua primeira vitória na prova.

A 10 minutos do final, Tó Silva ainda colocou os vianenses em vantagem, mas a aguerrida equipa do Riba d’Ave – que segue na primeira metade da tabela – lograria chegar à igualdade a pouco mais de um minuto do final, com Diogo Casanova a assinar o 1-1.

No fundo da classificação, abaixo da linha de água, a Juventude de Viana tem dois pontos, menos um que Tomar e Turquel.

Provas relacionadas

Campeonato Nacional da I Divisão - Campeonato
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade