Notícia

Lodi fecha primeira volta na frente

Dec 30, 2018

Foto de capa: Roberta Mirabile (LaRoby)

O Lodi venceu o Viareggio por 3-1 e termina a primeira volta da Série A1 na liderança.

Num reencontro depois de uma emotiva meia-final, decidida a cinco jogos, no playoff da pretérita temporada, Lodi e Viareggio protagonizaram um bom espectáculo no fecho de 2018.

Com Luís Querido e Reinaldo Ventura a defrontarem-se mais uma vez em Itália depois de, juntos, terem conquistado duas Taças CERS (2016 e 2017) pelo Óquei de Barcelos, o Lodi chegou ao intervalo a vencer por 1-0, com um tento do capitão Domenico Illuzzi.

O reatamento após o intervalo foi fatal para os “bianconeri”. Em dois minutos e meio, “Checco” Compagno e Illuzzi ampliaram a vantagem do bicampeão para três golos e, apesar de Montigel reduzir, o Lodi, superiormente orientado pelo português Nuno Resende, segurou a vantagem.

Forte e Valdagno no encalço

A dois pontos do líder continuam Forte e Valdagno.

O Forte fez o ex-lanterna-vermelha Thiene descer à terra após duas vitórias consecutivas, aplicando uma goleada expressiva. O 12-2 final impressiona pelos números, mas há que sublinhar o parcial de 7-1 que se registava ao intervalo e que foi fixado nos primeiros 11 (!) minutos de jogo. Nas contas finais, Federico Ambrosio marcou quatro golos e Davide Motaran e Jordi Burgaya três cada.

A tarefa do Valdagno adivinhava-se mais complicada e o Sarzana, quarto na classificação, até esteve a vencer por 1-2. Mas uma segunda parte demolidora da reforçada equipa que conta com André Centeno (assinou o último golo do jogo), deixou bem patente a diferença – com um 7-3 final - entre uma equipa experiente e uma equipa promissora, mas em afirmação. De Oro, que rubricou os três golos que transformaram o 2-2 ao intervalo numa vantagem de 5-2, merece destaque.

Perseguidores mais longe

Para além do Sarzana, também Follonica e Breganze viram os três primeiros ficarem mais longe.

As duas equipas, que estão a par na classificação com 22 pontos (a seis de Valdagno e Forte), não foram além de empates nas deslocações a Monza e Bassano, apesar de nunca terem estado em desvantagem.

Em Monza, o Breganze de Diego Mir esteve a vencer por 0-2, mas ao intervalo a equipa orientada por Tommaso Collamaria já restabelecera a igualdade. Os “rossoneri” estiveram mais duas vezes na frente, mas o Monza recuperou sempre, até ao 4-4 que se registaria no final dos 50 minutos.

Em Bassano, a perda de pontos do Follonica tem cunho português. O catalão Victor Crespo assinou um hat-trick, mas seria o português Diogo Neves a fixar o 5-5 final, a três minutos do fim.

Vercelli foge dos lugares indesejados

Apesar do ponto conquistado, o Bassano não consegue deslocar dos dois lugares de descida. A equipa de Diogo Neves soma agora oito pontos, apenas mais dois que o penúltimo, Thiene.

Já o Sandrigo, continua “agarrado” há lanterna-vermelha, com apenas dois pontos conquistados. Nesta ronda, a equipa de Cacau foi goleada, perante o seu público, pelo Trissino por 3-9, com os catalães Xavi Rubio e Ferran Formatje a assinarem hat-tricks.

Cacau marcou mais um golo e termina a primeira volta na liderança dos melhores marcadores com um total de 21 golos, mais dois que Jepi Selva (Viareggio), Martí Casas (Forte) e Lucas Martinez (Breganze).

Mais longe da zona perigosa está o Amatori Vercelli. A equipa orientada por Sérgio Silva e que conta com Francisco Veludo e João Silva estava a perder com o Scandiano (que era oitavo) por 0-2 (marcaram Martin Montivero e Pablo Saavedra) a 17 minutos do fim, mas, com um bis de Alex Raffaelli e um golo de David Ballestero, consumariam uma reviravolta que vale um sólido 11º lugar.

O Vercelli soma agora 14 pontos, mais oito que o penúltimo [descem duas equipas], e está inclusivamente a apenas três pontos de Trissino, Scandiano e Monza que “partilham” a última vaga que dá acesso aos play-off de decisão do título.

Série A1 – 13ª jornada

Resultados

• Bassano 5-5 Follonica

• Monza 4-4 Breganze

• Valdagno 7-3 Sarzana

• Sandrigo 3-9 Trissino

• Lodi 3-1 Viareggio

• Amatori Vercelli 3-2 Scandiano

• Forte 12-2 Thiene

Classificação

1º Lodi (31), 2ºs Forte, Valdagno (29), 4º Sarzana (23), 5ºs Follonica, Breganze (22), 7º Viareggio (21) 8ºs Trissino, Scandiano, Monza (17), 11º Amatori Vercelli (14), 12º Bassano (8), 13º Thiene (6), 14º Sandrigo (2)

Coppa Italia definida

Entretanto, a 13ª jornada, última da primeira volta da primeira fase da Série A1, serviu para definir o alinhamento dos jogos da Coppa Italia. Os intervenientes – os sete primeiros e o anfitrião Trissino - tinham sido conhecidos na ronda anterior, mas, sem lugar a sorteio, ficou agora definido o alinhamento dos confrontos.

Os quartos-de-final, disputados a 1 de Março, colocarão frente-a-frente Lodi e Trissino, Forte e Viareggio, Valdagno e Breganze e ainda Sarzana e Follonica.

As meias-finais jogam-se a 2 de Março e a final será disputada no dia seguinte, domingo, 3 de Março.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade