Notícia

Rainhas da Europa pela sexta vez

Mar 18, 2019

Foto de capa: Kilian Càtedra

O Voltregà conquistou a sua sexta Liga Europeia Feminina ao vencer na final o Palau por 2-1.

A equipa do Voltregà até pode ter esta temporada um plantel mais modesto do que em épocas anteriores... No último defeso, perdeu Nara Lopez, Aina Lafon, Natasha Lee ou mesmo Aina Arxé, esta para o Benfica. E esteve à beira de ficar sem a “maestra” Adriana Gutierrez, mas a continuidade da argentina foi assegurada. E, na hora de lutar por um título que historicamente é seu (ou do Gijón), não claudicou.

O Voltregà nunca esteve mais do que duas edições sem ganhar e este foi o sexto título em 13 edições, o terceiro nas últimas quatro.

Na partida decisiva com o Palau, as azuis-e-brancas de Sant Hipólit adiantaram-se aos três minutos num remate colocado de Cristina Barcelò para um jogo que viria a ser intenso, muito disputado, duro em alguns momentos.

Em crescendo no seu domínio, o Palau, líder de uma OK Liga em que o Voltregà é “apenas” quarto, foi tentando de tudo, mas esbarrou numa Teresa Bernadas quase intransponível. Quase, porque a jovem Aina Florenza, de 16 anos, voltaria a facturar [marcou dois golos nas “meias”], na recarga depois de uma primeira defesa de Teresa. Faltavam seis minutos do tempo regulamentar e o jogo foi para prolongamento.

No trepidante tempo-extra, valeria a experiência de Maria Anglada. A minuto e meio de se chegar às grandes penalidades, reagindo rápido a uma bola perdida na área do Palau, Anglada rematou para o fundo da baliza defendida por Laura Vicente, completando um percurso que, até à Final Four, passou pela Stuart e pelo Benfica.

Manlleu falha novamente

Nas meias-finais, o Voltregà tinha vencido o Iserlohn com supreendentes facilidades. A equipa catalã já vencia por 0-6 ao intervalo e chegou aos nove golos de vantagem antes que Wichardt fixasse o resultado final em 1-9 com o tento de honra das germânicas orientadas pelo catalão Quim Puigvert.

O Palau apurou-se para a final à conta de um Manlleu que continuará em busca do seu primeiro título europeu. Reforçado para esta temporada, a jogar perante o seu público e frente a um Palau que na OK Liga está à sua frente por dois pontos mas mais um jogo realizado, as expectativas da equipa organizadora da Final Four pela terceira vez estavam em alta. Mas, à terceira, não foi de vez…

Maria Diez, campeã pelo Gijón em 2018, adiantou o Manlleu no marcador, mas Aina Florenza, uma das figuras maiores desta Final Four, empatou ainda na primeira parte. Sem golos na etapa complementar, o jogo seguiu para prolongamento. Florenza voltou a marcar na primeira parte do prolongamento, e foi a vez do Manlleu correr atrás do marcador. Logrou empatar por Raquel Bernadas, e a eliminatória foi para a decisão por grandes penalidades. Berta Busquets e Vanessa Garcia marcaram para o Palau, enquanto apenas Anna Casarramona marcou para o Manlleu… O sonho ficou mais uma vez adiado.

Liga Europeia Feminina 2018/19 – Final Four

Meias-finais

• Manlleu 3-4 Palau Plegamans (1-1, 1-1 prol., 1-2 gp)

• Iserlohn 1-9 Voltregà

Final

• Voltregà 2-1 Palau Plegamans (1-1, 1-0 prol.)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade