Notícia

Clássico dá origem a processo disciplinar ao Porto

Mar 21, 2019

Em nota enviada à imprensa [citada na íntegra abaixo], o presidente do Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal, Paulo Valério, anunciou a abertura de um processo disciplinar ao Futebol Clube do Porto "face à gravidade indiciária dos alegados factos trazidos ao seu conhecimento" sobre o Clássico de sábado passado, entre Porto e Sporting no Dragão Caixa, relativo à 20ª jornada do Campeonato Nacional e que terminaria com a vitória dos dragões por 3-1.

O mesmo terá tido origem num “dossier” apresentado pelo Sporting na reunião que o clube teve com aquela federação na passada terça-feira.

Desconhecendo-se os factos relatados, recorde-se que os leões repudiaram veementemente agressões ao director-geral das modalidades, Miguel Albuquerque, e à esposa deste, e criticaram a arbitragem de Rui Torres e Pedro Silva, apontando também com estranheza a presença do vice-presidente Agostinho Silva na cabine dos árbitros no início, intervalo e fim da partida.

Nota à imprensa

Em reunião do Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal, do dia 20 de março de 2019, deliberou este Conselho (CD) a instauração de Processo Disciplinar (PD) ao Futebol Clube do Porto, face à gravidade indiciária dos alegados factos trazidos ao seu conhecimento, no âmbito do jogo realizado no passado dia 16 de março, disputado entre as equipas do FC Porto e Sporting CP, a contar para a 20.ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins.

O Clube arguido foi hoje notificado da abertura do referido processo disciplinar e da respectiva Nota de Culpa.

Este PD será tramitado com respeito pelos prazos regulamentarmente previstos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade