Notícia

Sporting sobe a terceiro

Nov 10, 2014

Há muito que não se via tal no topo da classificação do Nacional da I Divisão. Os três denominados grandes de Portugal ocupam no final da sexta jornada as três primeiras posições, com o Benfica à liderar isolado à condição com 16 pontos, o Porto a surgir em segundo com 13 (mas menos um jogo, correspondente à quinta jornada) e o Sporting a chegar-se à frente, com os mesmo 13 pontos do Porto, após vencer este domingo em Turquel por 2-4.

Xavier Lourenço inaugurou o marcador

Mas a tarefa dos leões não foi fácil e foi mesmo o Turquel quem se adiantou no marcador. À passagem do minuto três, Xavier Lourenço bateu Ângelo Girão de grande penalidade.

O Sporting atacava pouco e sem velocidade mas o Turquel, numa altura em que parecia não ter oposição e poderia dilatar o resultado, não pressionou e não aproveitou a alavancagem moral do golo madrugador. O empate chegaria a oito minutos do intervalo, sem ainda que o Sporting o justificasse, num golo de Ricardo Figueira. Pouco depois, o mesmo Ricardo Figueira veria um azul mas Daniel Matias não conseguiu bater Ângelo Girão. Minuto e meio volvido, ainda com o Sporting em inferioridade numérica e o Turquel balanceado para a frente, uma falta na saída para o contra-ataque leonino levou João Pinto para a marca de livre directo. O internacional angolano não conseguiu bater Marco Barros mas, no seguimento do lance, passou por toda a gente do Turquel e colocou a bola sob o guardião adversário, para a primeira vantagem leonina.

João Pinto desperdiçou um livre directo mas bisou na partida

A reviravolta no marcador eclipsou o Turquel. Órfã de Paulo Passos (a cumprir segundo jogo de castigo) e de um ambiente mais “aceso”, a equipa da “Aldeia do Hóquei” demorou a encontrar-se, ainda que nos instantes finais da primeira parte até tivesse a oportunidade para restabelecer a igualdade. Mas Xavier Lourenço não conseguiu bisar da marca de castigo máximo.

Em “Dia do Clube”, o Turquel registou uma excelente casa mas longe das enchentes e do entusiasmo das últimas recepções a Porto e Benfica ou mesmo a este Sporting.

A segunda parte pertenceu praticamente ao Sporting. Apesar de não imporem um ritmo forte, os leões chegaram ao 1-4 com golos de Carlitos (de livre directo) e de João Pinto. Já com os três pontos assegurados, os leões viram o Turquel mostrar vida com a entrada do jovem Pedro Batista, reduzindo mesmo pelo capitão André Luís a minuto e meio do final. Mas o golo já surgiu tarde, sem tempo para mais.

No final da partida, João Simões estava desolado, longe do semblante entusiasmado que o caracteriza. Lamentou que a sua equipa não tivesse dilatado o marcador após o golo inaugural e uma segunda parte longe do que a sua equipa pode e já mostrou saber fazer.

Nuno Lopes era o reflexo da alegria por uma vitória que catapulta o Sporting para os três primeiros lugares, prometendo ainda mais... O técnico leonino fez desde já também a antevisão para a próxima partida, frente ao Barcelos, por quem, por tudo o que já fez esta época, tem um imenso respeito e classifica como a surpresa da temporada.

Jogos relacionados

HC Turquel
2 : 4
9 Nov 15h00
Sporting CP
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade