Opinião

«Como jogam os candidatos à Liga Europeia: o Benfica»

May 11, 2019
Telmo André Sousa

Tem sido uma época atípica para o Sport Lisboa e Benfica, em que, para além de terem trocado de treinador ainda durante o mês de Dezembro, cedo se viram afastados da luta pelo título nacional.

Os comandados de Alejandro Domínguez vêem nesta Final Four da Liga Europeia a possibilidade de conquistar um troféu que já conquistaram por duas vezes (2012-2013 e 2015-2016).

À semelhança das restantes equipas presentes nesta Final Four, a equipa de Alejandro Domínguez opta defensivamente por um bloco alto com pressão sobre o portador da bola, com a última linha defensiva a jogar em antecipação. Efectuam marcação HxH com trocas e no meio campo defensivo procuram criar superioridade numérica atrás da baliza, nas trocas e sobre o portador da bola.

Na fase de organização ofensiva, a partir de um equilíbrio 2:2, o terceiro homem entra em zona de definição mudando a dinâmica ofensiva para um sistema 1:3, com desequilíbrios com 2 e 3 jogadores.

Na transição ofensiva procuram explorar o espaço criado pela defensiva adversária. Neste modelo de jogo idealizado por Alejandro Dominguez, vemos um Sport Lisboa e Benfica mais cauteloso no passe, mas com maior intensidade na sua dinâmica de jogo, procurando muitas vezes remates pelo corredor central.

Como pontos fortes destacaria a capacidade de explorar o espaço nas transições ofensivas, aproveitando alguma demora na recuperação defensiva por parte das defensivas contrárias, bem como os remates pelo corredor central, explorando blocos defensivos compactos.

No que se refere aos pontos fracos desta equipa, terei de enunciar o momento da transição defensiva, em que concedem demasiado espaço nas costas da última linha defensiva e, também, as trocas defensivas.

É mais uma equipa de classe mundial, constituída por atletas de eleição como Jordi Adroher, Lucas Ordoñez e Carlos Nicolia, capazes de criar inúmeras dificuldades a qualquer defesa. Sem dúvida que vamos desfrutar de grandes momentos, com um Benfica sedento de títulos e que, apesar de uma época atribulada, está nas meias-finais da Liga Europeia bem como da Taça de Portugal.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade