Breve

Benfica e CACO em final de Taça inédita

Jun 09, 2019

Benfica e CACO defrontam-se este domingo, a partir das 17h, numa final inédita da Taça de Portugal.

Em Turquel, onde se disputa a Final Four, o Benfica foi o primeiro a garantir o apuramento, vencendo a Stuart por 3-8. Os números finais acabam por ser enganadores quanto ao desenrolar do resultado.

As encarnadas, vencedoras das últimas cinco edições da Taça, entraram melhor e chegaram a uma vantagem de dois golos, com tentos de Rute Lopes e Inês Vieira. Mas, antes do intervalo, Tânia Freire e Sofia Moncóvio repuseram a igualdade.

Após o reatamento, Marlene Sousa deu nova vantagem às pupilas de Paulo Almeida, mas Adriana Costa voltou a igualar, aos dois minutos, adiando o descolar das águias.

No entanto, aos seis e oito minutos, Marlene Sousa e Inês Vieira “cavaram” uma vantagem que as jogadoras de Francisco Janelas não conseguiriam anular. E, nos seis minutos finais, os números ganharam outra expressão, com Rita Lopes e Ana Arsénio (esta a bisar) a elevarem para o resultado final.

Na segunda meia-final, tudo parecia encaminhar-se para a reedição da final da pretérita temporada, entre Benfica e Carvalhos. Frente ao CACO, a equipa orientada por Rafael Rafael adiantou-se ainda no primeiro minuto de jogo, com o primeiro de três golos de Rita Batista.

O CACO chegou ao intervalo a perder 2-1 – com Rita Paulo a marcar para a equipa do “Bairro” – e veria o Carvalhos, sempre por Rita Batista, ampliar para 3-1 aos oito minutos da segunda parte.

Mas o CACO não baixou os braços. Sob orientação de Hugo Nascimento, a equipa viraria mesmo o que parecia perdido. Diana Lopes reduziu a 11 minutos do fim, Ana Marques restabeleceu a igualdade e, com cinco minuto para o apito final, Beatriz Alves, no livre directo a castigar a 15ª falta do Carvalhos, consumou a reviravolta.

A minuto e meio do fim, Rita Batista dispôs de um livre directo, mas, desta feita, a capitã não foi feliz, não fazendo melhor que Maria Ferreira, Renata Balonas ou Catarina Costa (todas a desperdiçarem livres directos), e sem evitar a derrota final por 3-4.

Esta final inédita será mesmo a primeira para o CACO, ao passo que para o Benfica será a sexta consecutiva. Nas anteriores, saiu sempre vencedora,

Taça de Portugal Feminina – Final Four

Meias-finais, 8 de Junho

• Stuart 3-8 Benfica

• Carvalhos 3-4 CACO

Final, 9 de Junho

• Benfica vs CACO • 17h • Pedro Figueiredo e Carlos Correia

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade