O meu jogo

«Nada nos correu de feição»

Dec 01, 2014
Ruben Fangueiro

Na recepção ao Paço de Arcos, o Póvoa via a oportunidade de juntar pontos a exibições bem conseguidas nas últimas partidas. Mas uma má primeira parte deixou os poveiros praticamente fora da discussão do vencedor. O capitão Ruben Fangueiro deu ao HóqueiPT o seu testemunho.

Apesar de não termos conseguido pontos nos dois últimos jogos, penso que a equipa se encontrava em crescendo e fez duas boas exibições, tanto em casa com o Turquel, como em Barcelos com o Óquei.

Este jogo com o Paço de Arcos era portanto importante para recuperarmos os pontos que não conseguimos alcançar nas jornadas anteriores, apesar das boas exibições.

Mas no jogo com o Paço de Arcos nada nos correu de feição. Entrámos praticamente a perder e tudo nos correu mal, chegando ao intervalo a perder por 1-5 com o Paço de Arcos a ter o mérito de ser inteligente a gerir o jogo e a perceber a nossa ansiedade em querer vencer.

No início da segunda parte reagimos e conseguimos chegar aos 4-6, e ai poderíamos voltar à discussão do jogo. Mas logo na bola ao centro o Paço de Arcos fez o 4-7, o que foi um duro golpe anímico na nossa equipa.

Depois, o Paço de Arcos geriu o tempo que faltava e o resultado final foi de 5-9.

Não era o resultado que pretendíamos, principalmente num jogo em casa. Agora temos que treinar com afinco esta semana para conseguir, acima de tudo, pontos na deslocação a Candelária.

Jogos relacionados

CD Póvoa
5 : 9
29 Nov 18h00
CD Paço de Arcos
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade