Notícia

Campeões de hoje foram ver craques de amanhã

Oct 09, 2019

A Eurockey Cup de Sub-17 é um palco privilegiado para se testemunhar o talento que no futuro pode brilhar nos grandes campeonatos e nos emblemas de referência da modalidade.

Referências para todos os jovens presentes na Eurockey Cup serão certamente os portugueses João Rodrigues e Hélder Nunes, como comprova a popularidade dos mesmos na visita à Ciutat Esportiva de Blanes na passada sexta-feira.

Nos tempos de Sub-17 dos dois jogadores do Barcelona e campeões do Mundo, não havia uma prova semelhante à Eurockey e tal deu o mote para uma breve conversa.

Os dois anos de Sub-17 de João Rodrigues foram cumpridos no Paço de Arcos, o seu único clube até que, já no último ano de Sub-20, chegou ao Benfica para nove temporadas de águia ao peito em que ganhou tudo o que havia para ganhar. E em breve voltará à Luz, mas como adversário, num jogo que garante ser especial.

Hélder Nunes é mais novo, mas não o suficiente para ter tido oportunidade de disputar uma Eurockey. O seu primeiro ano de Sub-17 foi o último com as cores do Óquei Clube de Barcelos, onde jogava desde sempre, e no segundo mudou-se para o Braga, onde jogaria pelos Sub-17, Sub-20 e seniores. E, ainda Sub-17, chegou à Final Four da Taça CERS [no ano seguinte disputaria a final] em Vilanova i la Geltrù, caindo nas meias-finais frente a um Vilanova que contava, entre outros, com Francesc Gil e “Xixi” Creus, agora parte da “máquina” que faz mexer a Eurockey.

A passagem pela Eurockey, para além do reconhecimento dos jovens jogadores, foi inspiradora. No sábado, em Taradell, o Barça somou a segunda vitória em três jornadas da OK Liga, vencendo por 0-5. Hélder Nunes assinou o tento inaugural e João Rodrigues bisou.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade