Notícia

Liderança a quatro

Oct 24, 2019

Depois de vitórias na ronda inaugural, Oliveirense e Braga caíram na segunda jornada do Melhor Campeonato do Mundo e apenas quatro equipas somam por vitórias os dois jogos disputados.

Finda a segunda ronda, Benfica, Óquei de Barcelos, Valongo e Sporting lideram, com seis pontos, seguidos do Porto, com quatro. Os cinco primeiros da classificação são os cinco emblemas que se sagraram campeões nacionais após o 25 de Abril de 1974.

Porto (23 vezes), Benfica (12), Sporting (7), Óquei de Barcelos (3) e Valongo (1) conquistaram os títulos nacionais da I Divisão após o “25 de Abril”.

A segunda jornada começou com a vitória do Turquel em São João da Madeira, na única partida disputada no fim-de-semana. Em duelo de alvinegros, a equipa de Aldeia do Hóquei venceu com quatro golos de “gente da terra”: Tiago Mateus bisou e marcaram também Xavier Lourenço e Vasco Luís.

A jornada prosseguiu na terça-feira, com aquele que era o prato forte da ronda. O Sporting venceu a Oliveirense por 4-3 com Platero a bisar e destacou-se na classificação. Esta quarta-feira, Benfica, Óquei de Barcelos e Valongo juntaram-se na frente.

Nicolía regressou às pistas mais de um mês depois com um golo; a diferença de golos vale a liderança às águias

Ao terceiro jogo, o Benfica sofreu o primeiro golo em partidas oficiais da época quando André Gaspar – com muitos anos na formação das águias – anulou a vantagem inicial conseguida por Valter Neves. Depois, o contingente estrangeiro dos encarnados construiu a vitória. O regressado Nicolia marcou ainda na primeira parte, e, já nos 11 minutos finais, Adroher, Lamas, Ordoñez e Casanovas marcaram para o 1-6 final.

Em Barcelos, a equipa da casa venceu em dérbi minhoto o Riba d’Ave por 7-4. Aos quatro minutos, Alvarinho e Gonçalo Nunes já tinham marcado e os barcelenses estiveram sempre na frente, chegando ao intervalo a vencer por 4-1. Miguel Rocha, “Tato” Ferruccio e Diogo Seixas bisaram na “Catedral”.

Entre os líderes, o Valongo será o mais surpreendente. Porque jogava em Viana e porque ao intervalo perdia por dois golos sem resposta. Num jogo que teve 16 faltas para os da casa e 23 (15 delas na etapa complementar) para os visitantes, o Valongo dispôs de sete (!) livres directos, todos na segunda parte e tentados por Nuno Araújo, que converteria três em golo. O último valeu o 4-4 a dois minutos e meio do apito final, sendo depois o papel de herói Pedro Mendes, assinando dois golos para o 4-6 final.

Nuno Araújo marcou por três vezes de livre directo em Viana do Castelo

Ao quarteto da frente segue-se o Porto. Os campeões nacionais tinham escorregado na primeira jornada na recepção à Juventude de Viana e não facilitaram em Paço de Arcos, vencendo por 1-4. Adiantaram-se logo aos dois minutos por Rafa e dilataram ainda não estavam cumpridos seis, por Carlo Di Benedetto. Cocco marcou ainda também na primeira e, pouco depois de “Rafa” Lourenço reduzir a 10 minutos do fim, Sergi Miras estancou qualquer veleidade da histórica equipa da Linha com o quarto dos dragões.

Filipe Bernardino marcou no triunfo d’Os Tigres, o primeiro de um recém-promovido nesta edição do Campeonato Nacional

Em Almeirim, Os Tigres lograram a sua primeira vitória na prova e a primeira entre as equipas que este ano regressaram à I Divisão. A equipa de André Luís recebeu e venceu o Braga por 2-1. João Maló inaugurou o marcador e Filipe Bernardino fez o segundo a meio da primeira parte, reduzindo Danilo Rampulla – de livre directo – ainda antes do intervalo.

A etapa complementar não teve golos, apesar das soberanas oportunidades. De livre directo, Rampulla, Pedro Delgado (“Bekas”) e João Guimarão (“Joca”) falharam não conseguiram marcar pelos visitantes, ao passo que Miguel Feio, Filipe Bernardino e António Estrela também não aproveitaram pelos da casa, com mérito para os guarda-redes Pedro Santos e Constantino Acevedo.

Na próxima jornada, da liderança a quatro apenas o Benfica joga em casa (recebe Os Tigres), com testes sérios para Óquei de Barcelos (em Oliveira de Azeméis), Valongo (no Dragão Arena) e Sporting, que visita o Paço de Arcos, carrasco na pretérita temporada.

I Divisão – 2ª jornada

Resultados

• Sanjoanense 3-4 Turquel

• Sporting 4-3 Oliveirense

• Paço de Arcos 1-4 Porto

• Física 1-6 Benfica

• Os Tigres 2-1 Braga

• Óquei de Barcelos 7-4 Riba d’Ave

• Juventude de Viana 4-6 Valongo

Classificação

1º Benfica (6 pontos), 2º Óquei de Barcelos (6), 3º Valongo (6), 4º Sporting (6), 5º Porto (4), 6º Oliveirense (3), 7º Braga (3), 8º Turquel (3), 9º Os Tigres (3), 10º Juventude de Viana (1), 11º Sanjoanense (0), 12º Riba d’Ave (0), 13º Paço de Arcos (0), 14º Física (0)

I Divisão – 3ª jornada

Sábado, 26 de Outubro

• Oliveirense vs Óquei de Barcelos • 17h30

• Porto vs Valongo • 18h

• Braga vs Juventude de Viana • 18h

• Benfica vs Os Tigres • 18h

• Riba d’Ave vs Sanjoanense • 18h30

• Turquel vs Física • 21h

Domingo, 27 de Outubro

• Paço de Arcos vs Sporting • 15h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade