Notícia

Jaume Bartés sucede a João Meireles no comando da Áustria

Feb 29, 2020

O catalão Jaume Bartés é o novo seleccionador da Áustria, sucedendo ao português João Nuno Meireles. Segundo Bartés, a federação austríaca procurava alguém radicado naquele país e Meireles vive em Portugal e é actualmente treinador do Leiria e Marrazes.

Completando apenas 25 anos em Março, Bartés está na Áustria desde os 19, depois de ter cumprido o seu percurso formativo no Lleida. Já com experiência como seleccionador austríaco de Sub-17, Bartés é treinador-jogador do Wolfurt, que compete no campeonato suíço e que afastou na presente edição da Taça WSE, com alguma surpresa, os franceses do Ploufragran nos 16-avos-de-final. Mas cairia nos “oitavos”, frente ao Voltregà.

Apesar de, como nos confidenciou João Nuno Meireles no Europeu da Corunha, as prioridades serem outras para os atletas austríacos, a Áustria tem procurado estar nos principais eventos do Hóquei em Patins europeu e mundial.

João Nuno Meireles liderou a Áustria nas últimas grandes provas internacionais

No Mundial de 2015, já com João Nuno Meireles ao leme, foi 12ª entre 16 selecções. No Europeu de 2016, não escaparia ao oitavo e último lugar. Na China, em 2017, foi 12ª no geral, 4ª na Taça FIRS (“Mundial B”). Na Corunha, em 2018, terminou novo desaio continental em nono, à frente de Holanda (para quem perdera no derradeiro jogo no Mundial de 2017) e Bélgica. Em 2019, em Barcelona, com um grupo totalmente transfigurado, onde altavam alguns jogadores que anteriormente mostraram potencial, a Áustria terminaria em 5º na Taça Challenger (“Mundial C”), 21º na geral, atrás de, por exemplo, Holanda e Bélgica...

Agora, Jaume Bartés traçou o objectivo de garantir a qualificação para o “Mundial B” (a Taça Intercontinental), o que – mantendo-se os critérios – implica ficar entre o 5º e 9º lugar (entre 10 equipas) no Europeu de Julho próximo.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade