Notícia

Época na Suíça 'apagada', como se não tivesse existido

Mar 24, 2020

A federação suíça tinha dado a época como terminada face à proliferação do novo coronavírus e anunciou agora as consequências. Na prática, é como se a temporada não tivesse existido, na solução que Carlos Silva, treinador e guarda-redes do Diessbach, já apontara como a mais plausível.

Tirando os castigos pendentes, que serão cumpridos no arranque da temporada 2020/21, tudo começará como em Setembro último.

Sem querer adiar decisões, a federação helvética decretou que não há novos campeões, nem na NLA (principal campeonato) nem na NLB (escalão secundário), tornando inglórias as excelentes temporadas de Genève e Thunerstern, ainda que as decisões finais, em play-off, estivessem por acontecer.

Também não há subidas nem descidas, e os jogos para a Taça da Suíça já realizados – que culminaram com Genève, Diessbach, Montreux e Thunerstern na Final Four - também acabam por não valer.

Para as competições europeias, os apurados serão os mesmos, definidos pela classificação final de 2018/19, sendo que o Biasca foi (e, até ver, é) o representante helvético na Liga Europeia e Diessbach, Genève, Montreux, Wimmis e Uttigen estiveram na Taça WSE.

O Hóquei em Patins na Suíça “salta” de 2018/19 para 2020/21. Para a história fica uma temporada de 2019/20 em que esteve em disputa muito mais do que troféus, numa competição com a CoViD-19 que ainda está por ser ganha… À data deste anuncio, a Suíça regista 9877 casos confirmados - o oitavo país com maior incidência no Mundo - e já 122 mortes.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade