Vamos Falar de Hóquei em Patins

«Jogamos, lutamos e arriscamos e temos os adeptos connosco»

Mar 29, 2020

Vítor Pereira, treinador da Sanjoanense, foi o convidado do "Vamos Falar de Hóquei em Patins" desta terça-feira.

No oitavo lugar do Nacional da I Divisão, a Sanjoanense é uma das boas surpresas do Campeonato, lutando pela manutenção com um grupo pautado pela juventude. Vítor Pereira conta na equipa principal com campeões do Mundo de Sub-20 como Pedro Cerqueira e Xavi Cardoso (Colômbia, 2013) ou Tiago Almeida, João Lima e Hugo Santos (Nanjing, 2017), mas também conta com jovens talentos na equipa de Sub-23 a quem Vítor Pereira vaticina um futuro risonho.

São jovens a quem vão faltando, para já, oportunidades nos ditos "grandes". Mas a quem esses clubes seguem atentos. Xavi Cardoso (Benfica), Facu Navarro e Tiago Freitas (Sporting) e Hugo Santos (Porto) são jogadores cedidos e vão procurando, em São João da Madeira, mostrar o seu valor. Vítor Pereira destacou a receptividade leonina à utilização dos seus jogadores nos jogos com a “casa mãe”, e que lhes viria a custar pontos em São João da Madeira (empate 2-2) e quase voltava a custar no João Rocha (vitória tangencial do Sporting por 4-3), naquele que foi o último jogo antes da suspensão e da entrada em quarentena.

As pessoas de São João da Madeira são "gente de trabalho" e todos na equipa sentem isso e aliam-se nessa forma de estar. Também por isso, Vítor Pereira nem quer ouvir falar de “cancelamento” da temporada, esperando poder regressar às pistas.

Numa conversa em que a rivalidade com a Oliveirense e Oliveira de Azeméis também marcou presença, Vítor Pereira não se cansou de elogiar a sua massa adepta, incansável no apoio à equipa seja no seu pavilhão ou longe dele. Seria também para eles um prémio a participação numa competição europeia, mas tal obriga a ter muito mais em conta – mormente do ponto de vista financeiro - do que a vertente desportiva.

Europeu sem divisões

Vítor Pereira já tinha tudo preparado para acompanhar a selecção inglesa no Campeonato da Europa, que estava agendado para Julho, mas defende que este ano não se faça para possibilitar o fim dos campeonatos.

Entretanto, entre os avanços e recuos no modelo de competição, deixa o pedido para que não haja "divisões". Afinal, os jogadores ingleses – como de outras selecções “periféricas” - pagam todas as despesas do seu bolso para ir jogar com os grandes craques da modalidade.

• Veja ou reveja todas as emissões do “Vamos Falar de Hóquei em Patins” aqui ou ouça nas diferentes plataformas de podcast.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade