Notícia

Sporting resgata investimento

Jul 27, 2020

O Sporting oficializou a integração de Álvaro Morais e Gonçalo Nunes no plantel na próxima temporada, "chamando-os" após um empréstimo de duas temporadas ao Óquei de Barcelos.

Com as saídas de Raul Marin (Reus) e de Caio (Trissino), que terminaram contrato com, respectivamente, 33 e 38 anos, a chamada de "Alvarinho" (24 anos) e "Saviola" (completa 22 em Novembro) é uma aposta no rejuvenescimento de um plantel que manterá o paradigma de 12 atletas. Uma aposta planeada há alguns anos.

Gonçalo Nunes tem apenas 22 anos e será o mais novo às ordens de Paulo reitas, mas leva já quatro anos de ligação ao Sporting.

Gonçalo Nunes

Depois de uma primeira apresentação em 2012 de leão ao peito, numa transferência do Paço de Arcos que acabou por não se concretizar, Gonçalo foi novamente anunciado como reforço em 2016, numa "bicada" de José Trindade - então responsável máximo do Hóquei leonino - no rival da Segunda Circular.

Gonçalo esteve três anos nas águias, onde chegou em 2013 já com o rótulo de futura estrela da modalidade. Rótulo que Alvarinho já reclamara de azul-e-branco, capitaneando o Porto a títulos nacionais jovens antes de rumar, em 2011, ao Valongo.

Tendo participado - ainda que muito jovem, como "actor secundário" - no título histórico de 2014 dos valonguenses, Álvaro conquistou também nesse ano o Europeu de Sub-20. E voltaria a merecer a chamada de Luís Duarte, no ano seguinte, para o Mundial, em plena Catalunha.

Alvarinho e Gonçalo Nunes celebraram em 2015, juntos, o título mundial de Sub-20 na Catalunha

Em Setembro de 2015, em Vilanova i la Geltrú, Luís Duarte fez com que os caminhos de Álvaro Morais e Gonçalo Nunes se unissem pela primeira vez, para uma caminhada que culminou num título frente a uma Espanha que contava com Ferran Font e era orientada por Guillem Perez.

Um ano depois, Gonçalo começava a temporada com a equipa principal do Sporting, de Guillem e com Ferran, mas perspectivando-se que não teria espaço entre os maiores e que já não "cabia" nos Sub-20, foi cedido aos espanhóis do Alcobendas. E até jogaria uma Copa del Rey.

Nessa mesma temporada de 2016/17, um ano depois de ter regressado ao Porto, Álvaro Morais foi ganhar minutos ao Óquei de Barcelos, nas mãos de Paulo Freitas. O técnico não terminou a temporada nos minhotos (rumou em Março ao Sporting), mas deixou a equipa na Final Four da Taça CERS. E Alvarinho levantou o caneco.

Álvaro Morais

Em 2017, Álvaro regressou ao Porto e Gonçalo Nunes regressou ao Paço de Arcos, em nova cedência leonina. Álvaro teve poucos minutos mas, terminando contrato com os dragões, foi "agarrado" pelo Sporting. Gonçalo protagonizou uma temporada extraordinária, com muitos golos, na Linha, mas a alta exigência dos leões levou à colocação - de ambos - no Óquei de Barcelos, comandado por um Paulo Pereira a quem não se reconhece receio de apostar em jovens.

Depois de um quinto lugar na primeira época juntos na defesa do mesmo clube, esta segunda chegou a ser de sonho, com, por exemplo, a liderança do Campeonato no final da primeira volta. Os barcelenses quebraram, mas algumas das suas individualidades garantiram cedo o "salto". "Tato" Ferruccio segue Paulo Pereira para a Oliveirense, Ezequiel Mena vai para o Porto e Álvaro Morais e Gonçalo Nunes jogarão - enfim - de verde-e-branco.

Sporting Clube de Portugal 2020/21

Guarda-redes

Ângelo Girão e José Diogo Macedo ("Zé Diogo")

Jogadores de pista

Alessandro Verona, Álvaro Morais ("Alvarinho", ex-Óquei de Barcelos), Ferran Font, Gonçalo Nunes (ex-Óquei de Barcelos), Gonzalo Romero, João Souto, Matias Platero, Pedro Gil, Telmo Pinto e Toni Pérez

Treinador

Paulo Freitas

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade