Notícia

Surpresas no feminino entre 11 equipas portuguesas na Europa

Aug 04, 2020

O diário desportivo O Jogo avança as equipas portuguesas que marcarão presença nas competições europeias em 2020/21.

Sem surpresas, Benfica, Sporting, Oliveirense e Porto estarão na Liga Europeia, prova máxima de clubes. Na Taça WSE, a Óquei de Barcelos, Braga e à já anunciada Sanjoanense junta-se o Riba d'Ave, numa aposta de salutar depois de constrangimentos financeiros terem impedido a desejada participação na edição anterior. Entre as equipas que conquistaram o direito desportivo a um convite, apenas o Turquel - que "terminou" em sétimo - abdica.

Já no feminino, que muitos anteviam que fosse sofrer as piores consequências da pandemia, há três inscrições portuguesas a registar, algo que só acontecera na temporada de 2007/08, com Mealhada, Fundação Nortecoope e Centro Desportivo Nortecoope.

Esperava-se que ao Benfica, presença regular desde 2013, se juntasse o ambicioso projecto do Sporting, mas as leoas acabaram por abdicar da participação. E haverá duas surpresas.

Segundo O Jogo, CACO e Stuart constituirão com o Benfica o trio luso que tentará derrubar a hegemonia espanhola. Para o CACO, que, ainda que com alguns jogos em atraso, "terminou" atrás de Sporting, Académica, Carvalhos e Sanjoanense será uma estreia na prova. A Stuart regressa ao Hóquei em Patins feminino pela porta grande.

Em 2018, a Stuart chegou à Final Four da Liga Europeia Feminina, caindo perante o Gijón, que se sagraria campeão europeu

A inscrição da Stuart, que regressa agora ao Hóquei em Patins feminino, acaba por ser uma surpresa a dobrar, dado que o Regulamento prevê que o "critério/escolha" seja "a classificação do Campeonato Nacional anterior". Em que a Stuart não participou.

Depois da ausência da competição - internacional e nacional - em 2019/20, a equipa de Massamá tentará repetir a brilhante campanha de 2017/18 em que chegou às meias-finais. Na temporada seguinte, em temporada de muitas eliminações administrativas na Europa, seria afastada por não apresentar treinador num dos jogos.

Para a Taça da Liga Feminina, a Espanha deverá apresentar cinco equipas, tentando manter a hegemonia na prova. Nas 13 edições disputadas, o Voltregà soma seis títulos (o primeiro numa final frente à Fundação Nortecoope na já referida temporada de 2007/08), o Gijón cinco e o Alcorcón, a que se soma a excepção da conquista portuguesa em 2015, pelo Benfica.

Confirmando-se as 12 equipas apontadas pel'O Jogo, e segundo o modelo competitivo anunciado, prevê-se uma pré-eliminatória envolvendo oito equipas para se apurarem quatro - juntando-se a quatro isentas - para a fase concentrada de dois grupos de quatro equipas em que se definirão as quatro equipas (as duas primeiras de cada grupo) da Final Four.

Segundo Agostinho Silva, presidente do comité europeu, contactado este domingo pelo HóqueiPT, o elenco completo das três competições europeias deverá ser oficializado esta terça-feira ou quarta-feira.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade