Notícia

Tomar, Oliveirense e Porto aproveitam

Nov 12, 2020

Na recuperação da adiada 6ª jornada, Tomar, Oliveirense e Porto aproveitaram o empate do Benfica, a derrota do Valongo e os jogos ainda por realizar de Sporting e Óquei de Barcelos para se aproximarem do topo.

A grande surpresa desta ronda a meio da semana aconteceu em São João da Madeira. A pista da Sanjoanense é tradicionalmente difícil para todos os que a visitam, muito pelos seus fervorosos adeptos. No entanto, mesmo sem contar com esse sexto jogador, a equipa de Vítor Pereira logrou um empate perante o Benfica, segundo classificado.

A divisão de pontos é ainda mais surpreendente tendo em conta a marcha do marcador.

Os encarnados adiantaram-se logo nos instantes iniciais da partida, com Carlos Nicolia a não desperdiçar uma madrugadora grande penalidade. Aos quatro minutos, Valter Neves ampliou. E, a seis minutos do intervalo, com golos de Diogo Rafael e Lucas Ordoñez, o Benfica já vencia por 0-4.

Sanjoanense recuperou, sem Xavi Cardoso, de uma desvantagem de quatro golos.

Vislumbrava-se uma vitória tranquila, e nem o tento de Pedro Cerqueira, a reduzir de grande penalidade antes do intervalo, beliscava essa sensação.

Na etapa complementar, os minutos iam passando e os três pontos eram cada vez mais certos para as águias. A Sanjoanense não contava com Xavi Cardoso (ao abrigo do protocolo de cedência do Benfica), limitando a dinâmica da equipa. Pedro Cerqueira, campeão do Mundo de Sub-20 em 2013 ao lado de Xavi, bisou para o 2-4 a 12 minutos do final. Ainda não fazia tremer o potencial triunfo encarnado, mas aumentava a crença – já inesgotável… - dos alvinegros, e havia outros campeões do Mundo de Sub-20 na calha…

A quatro minutos do fim, o Benfica cometia a 10ª falta. Hugo Santos, com passado de águia ao peito e campeão do Mundo em 2017, transformou no 3-4 e tudo era possível. O Benfica tremeu. E deixou mesmo fugir a vitória. João Lima, campeão do Mundo ao lado de Hugo Santos, fez o 4-4 com poucos segundos para jogar.

O empate é suficiente para o Benfica se isolar no segundo lugar, mas o Sporting, agora com mais dois pontos, tem um jogo em atraso. Entretanto, os perseguidores das águias aproximaram-se…

Vitórias para a aproximação ao topo

Na classificação, o Valongo seguia a par do Benfica, mas com uma missão complicada para o continuar a acompanhar. A deslocação ao Dragão Arena marcou o primeiro embate de Edo Bosch, como técnico principal, com o emblema que o tornou lendário, e a característica solidez defensiva dos valonguenses vingou, mas apenas durante 20 minutos.

Nos derradeiros cinco minutos da primeira parte, Rafa, um dos heróis valonguenses do título de 2014, bisou para dar tranquilidade à sua equipa, que poderia gerir de outra forma a segunda parte. Os dragões têm sentido dificuldades neste campeonato, mas desta feita – sem sofrerem golos – conseguiram evitar sobressaltos.

Na etapa complementar, Reinaldo Garcia assinou dois golos, ampliando a vantagem para 3-0 e selando as contas no 6-0 final, depois de Gonçalo Alves e Rafa (este a completar um hat-trick) terem consolidado o triunfo azul-e-branco.

O Porto soma agora 13 pontos e, com menos um jogo, está em sétimo, na cauda de um grupo perseguidor ao líder. Nesse grupo, Tomar e Oliveirense também venceram.

Rúben Sousa assinou um hat-trick no triunfo do Tomar

O surpreendente Tomar vingou a derrota da “liguilha” frente ao Famalicense. Na luta por um lugar na I Divisão, os famalicenses tinham vencido por 3-6 no Cidade de Tomar, e o espectro desse jogo esteve presente em particular ao longo da primeira parte.

Apesar do domínio dos leões, o Famalicense foi eficaz e esteve a vencer por duas vezes, com Juanjo e Pedro Mendes a adiantarem a sua equipa. Ivo Silva anulou a primeira desvantagem e Rúben Sousa a segunda. O intervalo terá servido para os de Nuno Lopes afinarem a mira…

Com extrema eficácia, o Tomar construiu uma vitória robusta. Xanoca, melhor marcador dos nabantinos, deu – aos oito minutos – pela primeira vez vantagem aos da casa. Depois, Rúben Sousa, Filipe Almeida (na recarga a um livre directo), Ruben Sousa e Nery (ambos de livre directo) e Hernâni Diniz fizeram o marcador mexer mais cinco vezes, até ao 8-3 final. Juanjo apontou o terceiro dos minhotos.

Com os três pontos somados, o Tomar é agora quarto, em igualdade pontual com o terceiro, Valongo.

Também pela zona Centro, a Oliveirense venceu em Almeirim por um expressivo 1-5, mas complicado de construir. Na primeira parte, apenas Vítor Hugo marcou e João Almeida só ampliou a meio da segunda parte.

Quando, a sete minutos do apito final, Paolo Dias reduziu de grande penalidade, colocou em cheque o triunfo forasteiro. Mas o mate seria mesmo da equipa de Oliveira de Azeméis. Com dois golos – Lucas Martinez e Marc Torra – num ápice, a Oliveirense punha um ponto final a todas as dúvidas. Já no derradeiro minuto, e em superioridade numérica, Henrique Magalhães fechou as contas.

Riba d’Ave larga “lanterna”

Noutra luta, o Riba d’Ave somou a segunda vitória na prova e fugiu do último lugar da classificação. A equipa de Raul Meca – que, castigado com dois jogos de suspensão, não esteve no banco – venceu o Turquel por 3-2, num jogo com um derradeiro minuto trepidante.

Nuno Pereira (“Miccoli”) inaugurou o marcador estavam jogados sete minutos e só mais de 35 minutos de jogo depois é que se voltou a celebrar um golo, com Dinis Abreu a ampliar de livre directo. O jogo parecia bem encaminha para os de Riba d’Ave, que ainda só contavam três pontos de uma vitória. Ainda que fosse frente ao Benfica…

Dinis Abreu desperdiçou um livre directo, mas à entrada do último minuto, Tomás Moreira não fez melhor. Já não havia minutos no marcador, apenas segundos. Mas ainda não tinha terminado, havendo tempo para Tiago Mateus bisar, mas de forma inglória. Pelo meio, Andrés Castaño fez o terceiro da equipa da casa, decisivo para segurar os três preciosos pontos.

Viana vence em Braga

Com o seu triunfo, o Riba d’Ave entregou a “lanterna vermelha” ao Braga. Os bracarenses – que continuam com dois jogos em atraso – receberam a Juventude de Viana e, tal como em Tomar, tiveram de ir atrás do resultado.

Aos 11 minutos, a Juventude de Viana vencia por 1-4, com golos de Gonçalo Neto (bisou), Gustavo Lima e Francisco Silva. Pedro Delgado (“Bekas”) marcou para a equipa de Hugo Azevedo pelo meio. Na sua resiliência, o Braga regressou à disputa do resultado.

O jovem Miguel Moura bisou, mas não evitou a derrota bracarense

Miguel Moura reduziu para 2-4 e, praticamente sobre o intervalo, Bekas reduziu para a margem mínima. Já na segunda parte, aos cinco minutos e aproveitando a inferioridade numérica contrária (azul a Francisco Silva), Miguel Moura igualou a quatro.

Estava tudo como no início, mas com o Braga mais desgastado. Gustavo Lima deu nova vantagem aos vianenses e uma machadada no balão anímico da recuperação dos bracarenses. Faltavam jogar mais de 14 minutos, mas a Juventude de Viana, sólida, não tremeu. Já no último minuto, Diogo Casanova fez o 4-6 final.

No próximo fim-de-semana, em horário matinal, disputa-se a 9ª jornada. Por reagendar estavam as partidas de Vila Nova de Famalicão e de Valongo, sendo ambas disputadas no sábado, às 11h. Destaque para as deslocações do Benfica a Valongo e do Sporting a Viana do Castelo.

No que ficou por acertar da 6ª jornada, Sporting e Óquei de Barcelos têm jogo agendado para dia 25.

I Divisão 2020/21

5ª jornada

• Braga 4-6 Juventude de Viana

6ª jornada

• Sanjoanense 4-4 Benfica

• Tomar 8-3 Famalicense

• Porto 6-0 Valongo

• Riba d’Ave 3-2 Turquel

• Os Tigres 1-5 Oliveirense

• Sporting vs. Braga • 25.Nov • 20h

• Óquei de Barcelos vs. Juventude de Viana • 25.Nov • 21h30

Classificação

1º Sporting* (19 pontos), 2º Benfica (17), 3º Valongo (16), 4º Tomar (16), 5º Oliveirense (15), 6º Óquei de Barcelos* (14), 7º Porto* (13), 8º Sanjoanense (9), 9º Juventude de Viana* (7), 10º Os Tigres (7), 11º Famalicense (6), 12º Riba d'Ave (6), 13º Turquel (4), 14º Braga** (3)

* com menos um jogo

** com menos dois jogos

9ª Jornada

• Turquel vs. Os Tigres • 14.Nov • 10h30

• Famalicense vs. Oliveirense • 14.Nov • 11h

• Valongo vs. Benfica • 14.Nov • 11h

• Juventude de Viana vs. Sporting • 15.Nov • 11h

• Porto vs. Riba d’Ave • 15.Nov • 11h

• Óquei de Barcelos vs. Tomar • 15.Nov • 11h

• Braga vs. Sanjoanense • 15.Nov • 11h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade