Notícia

Jorge Silva patrocina reviravolta e subida ao topo da classificação

Nov 21, 2020

A Oliveirense venceu o Turquel por 7-5 e assumiu a liderança, à condição, do Campeonato Nacional da I Divisão. A equipa de Oliveira de Azeméis passa a somar 21 pontos, mais um que Benfica e Sporting e mais dois que o Porto, sendo que este fim-de-semana apenas o Porto irá a jogo, em Tomar. O Benfica ficará com um jogo em atraso e o Sporting com dois.

O triunfo da Oliveirense não foi fácil. O Turquel chegou a uma vantagem de três golos – por André Pimenta, Tomás Moreira e André Moreira – e o melhor que a equipa de Paulo Pereira, órfã de “Tato” Ferruccio (lesionado) e Vítor Hugo (em isolamento profiláctico), não conseguiria melhor que reduzir – por Pedro Moreira – para 1-3 antes do intervalo.

O tento do internacional português a dois minutos e meio do intervalo poderia ser o tónico para a reviravolta. Mas não. Ainda não.

Tomás Moreira bisou para o 1-4 já na etapa complementar e o Turquel mantinha a salvo a baliza defendida por Diogo Almeida, herói na conquista da Taça de Portugal pela Oliveirense em 2012. Até que os “Brutos do Queixos” ficaram a assistir à reviravolta protagonizada por Jorge Silva.

À entrada do 11º minuto de jogo, o campeão do Mundo de 2019 reduziu. E no mesmo minuto, Jorge Silva assinou mais dois golos para a primeira vantagem da sua equipa no jogo. Ao hat-trick de Jorge, Marc Torra juntou mais dois golos em três minutos para um 6-4 que exasperava o técnico João Simões, que via a sua estratégia – e os excelente primeiros 30 minutos – ruir.

Vasco Luís ainda reduziu para a desvantagem mínima, mas Torra carimbaria o triunfo, de livre directo após azul a Tiago Rafael, nos derradeiros instantes do jogo, quando o Turquel dava tudo em busca do empate.

Juventude de Viana nos oito primeiros

Também na manhã deste sábado, em dérbi minhoto, a Juventude de Viana venceu o Riba d’Ave por 1-3 e subiu ao oitavo lugar, passando a Sanjoanense.

Os vianenses adiantaram-se aos cinco minutos, por Gustavo Lima, mas Dinis Abreu repôs a igualdade, numa primeira parte – e uma partida – bem conseguida pela equipa que faz do Parque das Tílias a sua casa.

Num jogo equilibrado, a vitória tardou a ficar definida. Depois de Andrés Castaño e Nelson Pereira desperdiçarem livres directos, Remi Herman desequilibrou o marcador de grande penalidade já nos últimos cinco minutos. O internacional francês podia ter “matado” o jogo de livre directo pouco depois, mas a incerteza manteve-se até final.

O Riba d’Ave, sem nada a perder, foi audaz e arriscou com cinco jogadores de pista, mas não foi feliz. Francisco Silva, sem guarda-redes adversário pela frente, fez o 1-3 sobre o apito final.

A equipa de Viana do Castelo acerta calendário na próxima quarta-feira, recebendo, em mais um dérbi do Minho, o Óquei de Barcelos, ao passo que o Riba d’Ave, que continua a empunhar a lanterna-vermelha, só voltará (se não houver imprevistos relacionados com a pandemia) às pistas no dia 28, no João Rocha.

I Divisão 2020/21

10ª Jornada

• Riba d’Ave 1-3 Juventude de Viana

• Oliveirense 7-5 Turquel

• Os Tigres vs. Braga • 22.Nov • 11h • Vítor Roxo e Paulo Carvalho

• Tomar vs. Porto • 22.Nov • 15h • Pedro Figueiredo e Rui Torres

• Sporting vs. Valongo • adiado

• Benfica vs. Famalicense • adiado

• Sanjoanense vs. Óquei de Barcelos • adiado

Classificação

1º Oliveirense (21), 2º Benfica* (20 pontos), 3º Sporting** (20), 4º Porto* (19), 5º Óquei de Barcelos** (17), 6º Valongo* (16), 7º Tomar* (16), 8º Juventude de Viana* (11), 9º Sanjoanense* (9), 10º Turquel (7), 11º Os Tigres* (7), 12º Braga** (6), 13º Famalicense* (6), 14º Riba d'Ave (6)

* com menos um jogo

** com menos dois jogos

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade