Notícia

Sarzana surpreende em Trissino e lidera

Dec 06, 2020

Foto de capa: Hockey Trissino

A Serie A1 regressou com várias surpresas. O Trissino foi derrotado em casa pelo agora líder Sarzana, Lodi sofreu a primeira derrota, e o Follonica de Sérgio Silva venceu pela primeira vez. #Jornada9 #SerieA1

A suspensão da Serie A1 foi para o bem de todos. Mas uma “maldição” para alguns.

No regresso da competição, com testes obrigatórios para toda a gente, o 100% vitorioso Lodi caiu. Na casa do grande rival das últimas temporadas, em Forte dei Marmi, não se pode propriamente catalogar como uma surpresa, mas não deixa de ser marcante na temporada.

O Forte já vencia por 2-0 aos quatro minutos de jogo, mas, nos derradeiros cinco minutos da primeira parte, o Lodi virou num ápice o marcador. No entanto, os “gialorrossi”, esta temporada liderados por Pierluigi Bresciani, técnico de muitas vitórias do Forte, não voltariam a marcar e não conseguiriam segurar a vantagem.

Aos cinco minutos da etapa complementar, Davide Motaran repôs a igualdade e, a sete minutos do fim, o catalão Xavi Rubio concretizou o triunfo dos anfitriões. E a primeira derrota do Lodi na prova.

Sarzana na frente e Valdagno à espreita

A derrota do Lodi custou-lhe também a liderança, agora de um surpreendente Sarzana. A equipa de Alessandro Bertolucci estava arredada do rol de candidatos ao “scudetto”, mas vem realizando uma excelente temporada e, desta feita, venceu em Trissino uma equipa que vai ficando aquém do esperado.

A reforçada equipa de Nuno Resende até se adiantou no marcador aos nove minutos por Andrea Malagoli, mas, de pronto, Joan Galbas anulou a desvantagem. O herói do triunfo do Sarzana sobre o Bassano voltou a ser preponderante e, depois de bisar para a reviravolta ainda na primeira parte, completou um hat-trick na segunda. Francesco Rossi fechou as contas com o 1-4 final.

No encalce do Sarzana, está o Valdagno de André Centeno, com menos um jogo e a apenas dois pontos. A orientada por Diego Mir confirmou o seu favoritismo na pista do Scandiano, “matando” a discussão logo na primeira parte. De Oro bisou e Davide Piroli e o jovem Manu Mir (17 anos) construíram uma vantagem de quatro golos suficiente para uma segunda parte tranquila. Alessandro Franchi assinou o tento de honra da equipa da casa.

Nuno Paiva e Sérgio Silva triunfam

Para além de André Centeno, também Nuno Paiva e Sérgio Silva triunfaram nesta ronda de retoma.

Em Montebello, foi outro português que marcou primeiro – Diogo Neves – mas seria Nuno Paiva a terminar com mais razões para sorrir no duelo com o Sandrigo.

Massimo Tataranni, o mais mediático caso positivo de SARS-CoV-2 da Serie A1, repôs a igualdade ainda na primeira parte e fecharia as contas no definitivo 6-2. Pelo meio, Pallares ainda anulou a reviravolta de Antonio Miguelez, mas o Sandrigo não teria mais forças… Miguelez bisou para o 3-2, Juan Fariza ampliou e Nuno Paiva fez o 5-2 que terminava com a discussão do desfecho.

Em Follonica, Sérgio Silva conduziu a sua equipa à primeira vitória na prova. E que vitória, por 4-2 sobre um “estelar” Bassano. Sem Marc Coy, o Bassano já claudicara antes da “pausa” e voltou a não ter argumentos para garantir os três pontos.

Marco Pagnini e Fernando Montigel colocaram o Follonica a vencer por dois e, apesar de Pablo Cancella reduzir, Federico Pagnini garantiria a tal dupla vantagem ao intervalo. Na etapa complementar, Davide Banini ampliou para 4-1 e o Bassano não conseguiu melhor que reduzir por Mattia Milani.

Mirko, outro Bertolucci em destaque

A jornada de retoma é de regozijo para o clã Bertolucci. Alessandro e Mirko brilharam em Portugal no Óquei de Barcelos, entre 2001 e 2004, e continuam a dar cartas em Itália.

Se o mais velho Alessandro tem o seu Sarzana na liderança, o “benjamim” Mirko continua a marcar golos pelo seu Correggio. O atacante de 48 anos assinou um poker no triunfo por 4-8 na pista do Grosseto e o Correggio “apanhou” o Bassano na classificação, com 10 pontos em seis jogos.

Monza vence Breganze

Em Monza, num duelo entre equipas que ainda não tinham pontuado, o Monza levou a melhor sobre o Breganze, vencendo por 3-2.

Num jogo de equilíbrio no marcador, o Breganze ainda anulou duas desvantagens, mas, quando Davide Nadini fez o terceiro já nos três minutos finais, a equipa de Sergi Punset já não teve tempo tem forças para recuperar e largar a lanterna vermelha.

Na recuperação do calendário, a Serie A1 tem toda a jornada 10 já na próxima terça-feira, dia 8, com destaque para o jogo entre o Valdagno de André Centeno e o Trissino de Nuno Resende, João Pinto e Caio.

9ª jornada

• Forte 4-3 Lodi

• Monza 3-2 Breganze

• Montebello 6-2 Sandrigo

• Grosseto 4-8 Correggio

• Trissino 1-4 Sarzana

• Scandiano 1-4 Valdagno

• Follonica 4-2 Bassano

Classificação

1º Sarzana (15 pontos), 2º Valdagno* (13), 3º Lodi* (12), 4º Bassano (10), 5º Correggio (10), 6º Forte** (9), 7º Montebello** (7), 8º Trissino (6), 9º Grosseto** (6), 10º Follonica** (4), 11º Monza** (3), 12º Sandrigo (3), 13º Scandiano** (1), 14º Breganze* (0)

* meno sum jogo, ** menos dois jogos

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade