Notícia

Diego Mir a caminho do Dragão

Jan 12, 2021

Foto de capa: Il Giornale di Vicenza

Diego Mir, treinador do Valdagno, é o escolhido para suceder a Guillem Cabestany no comando técnico do Porto. #Mercado #PrimeiraDivisão #SerieA1

O argentino Diego Mir será, ao que tudo indica, o senhor que se segue ao leme do Porto.

Radicado na Europa desde 2002, Diego Mir estruturou o modesto Alcoy, com um trabalho de mérito ao longo de 15 anos (o primeiro como jogador e coordenador dos escalões de formação), reconhecido na OK Liga e no Hóquei em Patins espanhol.

Logrou vários marcos históricos para o clube da comunidade valenciana, como a primeira presença na Taça do Rei e nas competições europeias, e a chegada à Final Four da Taça CERS. Entre outros, treinaria os portugueses Diogo Lã, Bruno Fernandes e André Centeno, figura do seu Valdagno actual.

Em 2016, Mir foi chamado pelo hóquei italiano, mas o projecto do Matera ruiu antes que o técnico pudesse começar... A meio da temporada seguinte, em Janeiro de 2018, pegou no Breganze que já fora de Cabestany.

Como o actual treinador catalão do Porto, conquistaria uma Coppa Italia pelos "rossoneri" e agora, como Cabestany, será treinador dos dragões. Uns sapatos dificeis de calçar, não sucedesse Mir ao técnico que mais títulos conquistou em Portugal na última década.

Esta temporada, Mir assumiu o desafio do Valdagno e, ao cabo de 12 jornadas, lidera a Serie A1 com 10 vitórias, um empate e uma derrota, à frente de Lodi e Forte, os dominadores dos últimos anos. Antes de, mantendo o azul-e-branco, se mudar para a Invicta, o treinador procura um "scudetto" que escapa desde 2013, num ano em que os "valdagnese" juntaram Nicolia e Pedro Gil.

"Escola" de Buenos Aires

San Juan é a grande referência do Hóquei em Patins argentino. E, quiçá, mundial. No país das pampas, há depois Mendonza.

A capital Buenos Aires tem pouca tradição, mas poderá ter na próxima temporada dois treinadores à frente das duas equipas mais tituladas do Hóquei em Patins português.

Tal como Diego Mir, Alejandro Dominguez, treinador do Benfica, é natural de Buenos Aires. Curiosamente, ambos festejam o aniversário esta semana, a 14 de Janeiro. Diego completará 48 anos, ao passo que Alejandro festejará 50.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade