Notícia

Palau na 'pole' para a segunda fase da OK Liga

Feb 09, 2021

Foto de capa: Luís Velasco

A reformulada OK Liga Feminina avança para a segunda fase, em que se discutem quatro lugares no decisivo playoff. O Palau, de uma Aina Florenza em plena afirmação, parte na "pole position". #OkLigaFem #HóqueiFeminino

Arranca no próximo sábado, 13 de Fevereiro, a segunda fase da reformulada OK Liga Feminina, indiscutivelmente o melhor campeonato feminino do Mundo.

Esta temporada, as 16 equipas (ao invés das 14 de 2019/20) foram divididas em dois grupos numa primeira fase em que as quatro melhores de cada grupo avançaram na corrida ao título. Ao contrário do que acontece noutras provas, os pontos conquistados na primeira fase são recompensados nesta segunda.

A fase II está prevista ser jogada até 24 de Abril em oito jornadas, em que cada equipa só joga - a duas voltas - contra as equipas que se qualificaram do outro grupo. Os confrontos já realizados com as equipas também apuradas, são já contabilizados nesta nova fase em que os quatro primeiros disputarão o título em playoff, com meias-finais e final à melhor de três.

Gijón 'destrona' Manlleu

Da primeira fase, ainda falta o jogo entre Girona e Cuencas Mineras, mas já não fará diferença na classificação do Grupo A, onde o Gijón foi protagonista este sábado.

Na pista do 100% vitorioso Manlleu, o Gijón venceu por 3-1. Maria Anglada marcou para as catalãs, mas um bis de Sara Roces e um golo de Marta Piquero, ex-Benfica, ditou o triunfo das asturianas. E a perda da "pole position" das campeãs em título para a segunda fase.

No grupo A apuraram-se Manlleu (39 pontos), Gijón (34), Cerdanyola (34) e Las Rozas (18), ao passo que no grupo B continuam na disputa pelo título Palau (38 pontos), Voltregà (34), Bigues i Riells (30) e Sant Cugat (20).

Apesar do Manlleu somar mais pontos no total dos 14 jogos disputados, e também o melhor ataque (87 golos marcados) e melhor defesa (15 golos sofridos), para a fase que agora se iniciará contam apenas os pontos frente às equipas qualificadas. Em virtude da derrota com o Gijón, o Manlleu soma 15 pontos. O Palau, vice-campeão, que "desconta" apenas um empate em Voltregà, partirá na frente com 16.

A afirmação de Aina

No capítulo individual, esta tem sido a temporada da afirmação definitiva de Aina Florenza.

Campeã do Mundo em 2019 antes de completar 17 anos, a atacante do Palau apontou 21 golos na pretérita temporada, prematuramente acabada com 18 jornadas realizadas. Ficou aquém da colega de equipa Laura Puigdueta (22 golos) e longe da consagrada Maria Diez ("Peke"), autora de 32 tentos.

Esta temporada, Aina, que completou 18 anos em Setembro, leva já - em 14 partidas - 30 golos, superando os 24 de Peke, a segunda mais concretizadora. Aina Florenza marcou em todos os jogos, tendo-se ficado por apenas um golo em três jogos. Bisou em sete encontros, fez três hat-tricks e um poker.

Na lista de marcadoras, sublinhado especial para os seis golos da portuguesa Beatriz Pereira, jogadora do Borbolla. A única equipa galega em prova terminou em 7º no grupo A e vai discutir na segunda fase a manutenção.

Classificação inicial da Fase II

1º Palau (16 pontos), 2º Manlleu (15), 3º Cerdanyola (10), 4º Gijón (10), 5º Voltregà (10), 6º Bigues i Riells (6), 7º Sant Cugat (3), 8º Las Rozas (0)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade