Notícia

Benfica e Viana vencem jogos em atraso da primeira volta

Feb 17, 2021

Foto de capa: Sport Lisboa e Benfica - Modalidades

Em partidas em atraso da primeira volta, Benfica e Juventude de Viana venceram, respectivamente, Famalicense e Os Tigres. Com os mesmos 18 jogos, as  águias estão a seis pontos do segundo lugar do Porto. #PrimeiraDivisão

Na Luz, Benfica e Famalicense cumpriram o jogo que tinham em atraso da 10ª jornada, então adiado por casos positivos de SARS-CoV-2 nas águias.

Apesar de vir de um empate precioso frente ao Tomar, a equipa de Vila Nova de Famalicão não conseguiria contrariar a mais-valia das águias, que tiveram Carlos Nicolia na bancada.

A primeira grande oportunidade até foi para os famalicenses, mas, depois de azul a Diogo Rafael, "Juanjo" não conseguiria bater Pedro Henriques.

Diogo regressaria mais tarde, ainda nesta primeira parte, para bisar e fixar o 4-0 que se registava ao intervalo. Antes, Edu Lamas também bisara, abrindo o marcador e ampliando.

Na etapa complementar, Miguel Vieira consolidou a vantagem antes de "Juanjo" reduzir de livre directo.

Também de livre directo, os argentinos Lucas Ordoñez e Danilo Rampulla fixaram o 7-1 final, o mais dilatado resultado dos encarnados esta época, a par do 2-8 em Valongo.

Com esta vitória, o Benfica passa a somar 38 pontos, menos seis que o segundo classificado Porto, que tem o mesmo número de jogos. Atrás das águias, com 33 pontos, estão Oliveirense e Sporting. Mas ambas têm menos três jogos (!).

Viana iguala Valongo

Em Viana do Castelo, em jogo em atraso da 13ª jornada, a Juventude de Viana recebia, depois de três jogos sem vencer, o lanterna-vermelha, Os Tigres.

Os vianenses adiantaram-se aos 14 minutos, por Remi Herman (de grande penalidade), mas não chegaria ao intervalo a vencer. João Maló, no derradeiro minuto da primeira parte, igualou.

Na segunda parte, com golos de Gustavo Lima, Gonçalo Neto e Remi Herman, a equipa de André Azevedo tinha o jogo na mão. Mas, Os Tigres, na sua característica resiliência, não baixaram os braços.

Filipe Bernardino reduziu de grande penalidade a cinco minutos do fim, bisando pouco depois para a diferença mínima. O golo de Francisco Silva seria providencial para os da casa, que ainda veriam Diogo Alves voltar a reduzir, para 5-4. Que seria final.

Os três pontos permitem à Juventude de Viana igualar o Valongo na classificação e ganhar alguma vantagem sobre a Sanjoanense na corrida a um lugar no playoff de decisão do título. Os vianenses têm 22 pontos, mais cinco que a equipa de São João da Madeira que, no entanto, tem menos um jogo.

A próxima jornada arranca na sexta-feira, e logo com um Clássico entre Sporting e Óquei de Barcelos. Os leões regressam à competição quase um mês depois, após terem ultrapassado vários casos positivos de SARS-CoV-2.

Classificação

1º Óquei de Barcelos (45 pontos / 19 jogos)

2º Porto (44 / 18)

3º Benfica (38 / 18)

4º Oliveirense (33 / 15)

5º Sporting (33 / 15)

6º Tomar (31 / 18)

7º Valongo (22 / 18)

8º Juventude de Viana (22 / 19)

9º Sanjoanense (17 / 18)

10º Braga (16 / 18)

11º Famalicense (16 / 18)

12º Riba d'Ave (15 / 17)

13º Turquel (13 / 18)

14º Os Tigres (10 / 19)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade