Notícia

Ferran López deixa banco do Noia no final da temporada

Feb 23, 2021

O Noia anunciou que Ferran López deixará de ser o seu treinador no final da temporada. Ferran cumprirá apenas uma época no seu regresso ao emblema de Sant Sadurní. #Mercado #OkLiga

Ferran López deixará o comando técnico do Noia no final da temporada.

Depois de uma primeira etapa à frente do Noia de oito anos, entre 2007 e 2015 (estreando-se com apenas 31 anos), Ferran López não estará agora mais do que uma no seu regresso. O anúncio foi feito pelo Noia após o desaire frente ao Barcelona, no primeiro jogo da temporada, devido impedimento por obras, no Ateneu.

No entanto, segundo conta o técnico de 45 anos na página do seu projecto "todo se entrena", a decisão já lhe fora comunicada no passado dia 15. Referindo que não concorda totalmente com os motivos apresentados - que não revela -, o técnico diz que não há mais nada a fazer senão respeitar, e vinca a sua vontade de continuar a treinar. 

Depois da primeira etapa no Noia, Ferran orientou o Igualada em quatro temporadas, acabando por sair em 2019 numa decisão da direcção que também o surpreendeu. Na pretérita temporada, esteve à frente do modesto Calafell, terminando num oitavo lugar que já tinha a presença nos playoff (que não aconteceriam) como certa.

Regressaria a Sant Sadurní no seguimento da saída - pelo "próprio pé" - de Pere Varias, mas não conseguiu dar seguimento às boas prestações do seu antecessor.

Terminando nos quatro primeiros nas últimas três épocas, valendo três presenças consecutivas na Liga Europeia, o Noia - que perdeu os motores Sergi Llorca (Barcelona) e Sergi Aragonès (Benfica) no último defeso - ocupa um inusitado nono lugar, com mais derrotas (nove) do que vitórias (sete), e ainda três empates.

Apesar de ter garantido o apuramento para a Taça do Rei, o Noia está apenas três pontos acima dos lugares que terão de lutar num playoff pela manutenção. Pela sua irregularidade, o Noia é apontado como a equipa mais fraca das nove que discutirão a Liga Europeia e o talvez o "fruto mais apetecido" no sorteio que se realiza no próximo sábado.

Rumor de Cabestany natural (mas infundado)

Ao longo do dia, ao anúncio da saída de Ferran López, o nome de Guillem Cabestany foi o mais rumorado para a sucessão.

De regresso à Catalunha no próximo defeso, terminando uma ligação de seis temporadas ao Porto, Cabestany é visado de forma natural. Nascido em Sant Pere de Riudebitlles, bem próximo de Sant Sadurní d'Anoya, o ainda treinador dos dragões formou-se no Vilafranca, mas seria jogador do Noia nas temporadas de 1996/97 e 1998/99 e entre 2007 e 2010.

Ali treinaria várias equipas dos escalões de formação e terminaria a sua carreira de jogador, iniciando de imediato no Vendrell a sua carreira como técnico de uma equipa principal.

No entanto, Cabestany já foi apontado pelo diário desportivo O Jogo ao Lleida e à selecção espanhola.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade