Notícia

Retoma em Abril e campeonatos até Julho

Feb 23, 2021

A federação publicou esta segunda-feira o planeamento revisto, que aponta à retoma competitiva das "outras" divisões em Abril e que levam os campeonatos até Julho. #SegundaDivisão #TerceiraDivisão #Sub23

Na sequência das reuniões com as equipas da II e III Divisão na passada quinta-feira, a Federação de Patinagem de Portugal elaborou um novo planeamento, apontando a retoma competitiva a Abril. O que desde logo motivou o cancelamento da Taça de Portugal.

Segundo o novo planeamento, quatro meses depois dos últimos jogos realizados, as competições seriam retomadas em Abril, a 16 (Sub-23), 17 (II Divisão) e 18 (III Divisão), no mesmo fim-de-semana para que está prevista a derradeira jornada da fase regular do Campeonato Nacional da I Divisão.

Até 2 de Maio prevê-se colocar em dia as jornadas atrasadas, retomando os campeonatos o seu curso normal na semana seguinte.

Os clubes terão levantado algumas questões sobre a realização de jogos em Julho e a federação procurou "compactar" o campeonato seguindo sugestões apresentadas. Em Maio haverá duas jornadas duplas (dois jogos no mesmo fim-de-semana) para II e III Divisão, e jogar-se-á nos feriados de 3 e 10 de Junho (duas quintas-feiras).

Ainda em Junho, a 26 e 27 de Junho, há mais uma jornada dupla, permitindo que em Julho só seja jogada a derradeira jornada dos campeonatos, no primeiro fim-de-semana (dias 3 e 4). Para o segundo (dias 10 e 11) ficam as decisões, já com poucas equipas envolvidas, quanto a campeões e promoções. Neste segundo fim-de-semana de Julho também terminaria o Campeonato Nacional de Sub-23.

Assim a pandemia e as medidas governamentais o permitam...

Regulamentos (agora) são para cumprir

No diálogo com as equipas da III Divisão, chegou a ser proposta a realização do campeonato a apenas uma só volta. É um modelo que pressupõe algum injustiça desportiva, mas foi o adoptado, por exemplo, nas liguilhas em Setembro. No entanto, tal foi desde logo colocado de parte pelo vice-presidente Vítor Ferreira, dado que as provas têm necessariamente de se reger pelo Regulamento Geral do Hóquei em Patins e o documento de Suspensão ou Interrupção de Competições de Hóquei em Patins.

Pelo menos, agora.

Numa temporada atípica e dada a excepções, o Regulamento Geral foi ignorado na elaboração de um modelo competitivo alternativo para o Campeonato Nacional de Seniores Femininos (na altura, "prevaleceu o diálogo, a unanimidade e o bom senso de todos") e mesmo o posterior documento de Suspensão ou Interrupção já foi alterado para que os adiados jogos da I Divisão não tivessem de ser "realizados antes do término da volta do campeonato ou prova a que respeitam"...

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade