Notícia

Porto goleia, isola-se e tem 'factor casa' na mão

Mar 18, 2021

Foto de capa: FC Porto Sports

O Porto destroçou a Oliveirense por 8-2 e está a um passo de assegurar a vitória na fase regular. O Sporting venceu em Braga e subiu ao terceiro lugar. #PrimeiraDivisão

Em dia de acertos de calendário, o Porto isolou-se na liderança da fase regular do Campeonato Nacional da I Divisão ao vencer a Oliveirense por claros 8-2, mas a goleada azul-e-branca só tomaria forma na etapa complementar.

A primeira parte foi marcada pelo desperdício dos atacantes e pela eficácia de Maliàn e Nélson Filipe. Logo no primeiro minuto, Rafa viu o azul, mas Marc Torra não conseguiu transformar o livre directo. Do lado dos dragões, não se conseguiria fazer melhor. Gonçalo Alves (duas vezes), Carlo Di Benedetto e Giulio Cocco desperdiçaram os quatro livres directos de que dispuseram, três deles consequência de azuis mostrados por uns rigorosos Rui Torres e José Pinto.

No entanto, depois do primeiro azul aos jogadores da Oliveirense, Di Benedetto aproveitou o powerplay para inaugurar o marcador. Estavam apenas decorridos cinco minutos de jogo, mas seria o único golo da primeira parte.

Na segunda parte, a Oliveirense voltou a falhar de livre directo (agora por Lucas Martinez) e, aos cinco minutos, o Porto voltou a marcar, por Rafa. Mas, ao contrário dos primeiros 25 minutos, o Porto disparou no marcador.

Aos nove minutos, com muitas facilidades da defensiva oliveirense, Reinaldo Garcia ampliou para 3-0. Depois, foi o "show" de Gonçalo Alves. Entre os minutos 12 e 15, o atacante português saltou quatro vezes do banco para marcar duas vezes de grande penalidade e outras duas vezes de livre directo, numa eficácia extrema perante o colega de selecção Nélson Filipe. Meio minuto volvido sobre o sétimo, o Porto chegava ao oitavo, por Ezequiel Mena.

De repente, a goleada escandalizava. Frente a um candidato, o Porto igualava a maior diferença de golos (10-2 na vitória do Sporting sobre o Famalicense) num jogo do campeonato esta temporada. A Oliveirense evitaria o indesejado recorde com dois golos, por Torra (de grande penalidade) e "Tato" Ferruccio, mas não apagaria a imagem pálida e a derrota.

Com esta vitória, o Porto destaca-se do Óquei de Barcelos e fica a duas vitórias de assegurar o triunfo nesta primeira fase e o respectivo "factor casa" nos playoffs. A equipa de Guillem Cabestany vai a São João da Madeira, recebe Os Tigres e desloca-se a Oliveira de Azeméis na derradeira jornada, a 17 de Abril, uma semana depois da primeira fase da Liga Europeia, em que Porto e Oliveirense estarão envolvidos. Tendo garantido vantagem no confronto directo com os barcelenses, os portistas poderão dar-se ao luxo de ainda ter um deslize, sem depender de resultados alheios.

A Oliveirense, ainda com um jogo em atraso - da 17ª jornada, frente ao Tomar -, baixou ao quinto lugar, passada pelo Sporting, que venceu em Braga.

Sporting vence em Braga e passa Oliveirense e Benfica

O Sporting viajou até Braga para defrontar uma equipa em busca de pontos para a manutenção, mas não facilitaria, vencendo por quatro golos sem resposta.

Pedro Gil, a meio da primeira parte, ditou o desequilibrio do marcador por muito tempo. Até sete minutos do fim. Aí, num ápice, Ferran Font e Gonzalo Romero "mataram" o jogo. E Telmo Pinto fecharia as contas de uma vitória que catapulta o Sporting do quinto para o terceiro lugar, passando, não só Oliveirense, mas também Benfica.

Com dois jogos em atraso (recepção ao Turquel e deslocação a Valongo), os leões atacarão agora o segundo lugar do Óquei de Barcelos. O Braga mantém-se cinco pontos acima da linha de água.

Classificação

1º Porto (57 pontos / 23 jogos)

2º Óquei de Barcelos (54 / 23)

3º Sporting (47 / 21)

4º Benfica (46 / 23)

5º Oliveirense (45 / 22)

6º Tomar (35 / 22)

7º Valongo (27 / 22)

8º Juventude de Viana (25 / 23)

9º Sanjoanense (23 / 23)

10º Braga (23 / 23)

11º Famalicense (20 / 23)

12º Turquel (18 / 22)

13º Riba d'Ave (18 / 23)

14º Os Tigres (10 / 23)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade