Notícia

Águias e dragões na Final Four

Apr 14, 2014

Benfica e Porto carimbaram este fim-de-semana o passaporte para a Final Four da Liga Europeia.

Pese as derrotas na primeira mão dos quartos-de-final, águias e dragões vão repetir a presença nas meias-finais da mais importante prova europeia de clubes.

O Benfica registara em Reus a maior derrota dos jogos da primeira mão, trazendo uma desvantagem de três golos para recuperar. Sempre balanceados no ataque e contando com Guillém Trabal inspirado para ir mantendo vivo o sonho, os encarnados chegaram ao intervalo empatados a um, longe das meias-finais. Mas, na etapa complementar, João Rodrigues juntou dois golos ao da primeira parte e Carlos Lopez selou a menos de meio minuto do final a igualdade na eliminatória. A contenda seria resolvida já na segunda parte do prolongamento, com o golo de ouro do capitão Valter Neves.

O Porto tinha um golo para recuperar na Corunha e não se fez rogado. Entrou decido e chegou a estar a vencer por 0-3 e depois por 1-4 mas a habitual resiliência da equipa do Liceo levou o jogo para prolongamento com um 3-4 no marcador. Na lotaria dos penaltis, os dragões adiantaram-se logo ao primeiro remate por intermédio de Tiago Losna que deu o mote para o que Hélder Nunes confirmou, juntando mais um golo aos três que já apontara no tempo regulamentar. Sem conseguir bater Edo Bosch, o Liceo ficou assim afastado da Final Four pelo segundo ano consecutivo depois do título em Lodi em 2012.

Á semelhança da época passada, o adversário do Benfica nas meias-finais será o Barcelona. Com uma difícil vitória em Valongo para consolidar, os catalães chegaram ao intervalo a vencer por 2-0 e entraram na segunda parte com o terceiro. O Valongo ainda reduziu – por André Azevedo – mas, perante os seus adeptos, o Barcelona disparou para o 7-1 que sela a sua presença na Final Four.

Quando já se perspectivava uma reedição total das meias-finais do ano passado em que, para além de um Benfica – Barcelona, houve um Porto – Valdagno, eis que o Vendrell estragou os planos aos transalpinos. Os vencedores da edição do ano passado da Taça CERS e recentemente coroados vencedores da Taça do Rei pela segunda vez consecutiva, tinham sido vergados a uma derrota por 4-6 no seu terreno na primeira mão mas entraram para a história em Itália. Os pupilos de Guillém Cabestany chegaram ao intervalo a vencer por 1-4 e na segunda parte geriram a resposta do Valdagno. Com uma vitória por 4-7, carimbam, na primeira participação na Liga Europeia da história do clube, a primeira presença na Final Four.

A Final Four realiza-se a 3 e 4 de Maio em local a designar.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade