Notícia

Final Eight para decidir campeão europeu feminino

May 26, 2021

Decide-se a oito, em Palau, a 14ª edição da Taça da Liga Feminina. A partir desta quinta-feira, Benfica, CACO e Stuart tentam contrariar cinco equipas da dominadora Espanha, numa Final Eight com três árbitros de cada nação ibérica. #TaçaDaLigaFeminina

Reduzida a oito equipas, a Taça da Liga Feminina será decidida no espaço de quatro dias, a partir desta quinta-feira, 27 de Maio, e com final a 30.

À sexta decisão que tem lugar na Catalunha - pela primeira vez em Palau-solitá i Plegamans - falta apenas um dos emblemas que logrou o título, o Alcorcón, vencedor em 2014.

O Voltregà já triunfou num total de seis ocasiões, é o campeão em título, venceu três das últimas quatro edições e, como no titulo em 2019, em que estava aquém das expectativas na OK Liga, o seu peso histórico impõe respeito. Esta temporada, a equipa azul-e-branca terminou a segunda fase da OK Liga em quinto e nem logrou o apuramento para a decisiva Final Four, o que dará alguma esperança ao Benfica.

Voltregà (seis títulos), Gijón (cinco) e Benfica (um) são os campeões em prova. Falta apenas o Alcorcón.

As águias, adversárias do Voltregà nos quartos-de-final, venceram a segunda fase do campeonato português só com vitórias e procuram repetir o feito de 2015, quando se tornaram (e se mantêm) a primeira equipa não espanhola a erguer o troféu máximo europeu de clubes. Seis anos depois, dessa equipa campeã continuam de águia ao peito o treinador Paulo Almeida, Marlene Sousa e a guarda-redes Maria Celeste Vieira.

Em 2018, numa Final Four na Luz, o Benfica regressou à final, mas o Gijón ergueria o seu quinto título. E foi com uma mão cheia de troféus que o Gijón acenou ao comité técnico europeu para pedir um "wildcard" para a edição deste ano, depois de não ter garantido desportivamente o apuramento.

Agora, as asturianas são favoritas frente ao CACO nos quartos-de-final, sendo que as mais fortes neste embate defrontarão o vencedor de outro embate com uma equipa portuguesa, entre Stuart e Palau.

Jogos em Palau terão público, com bilhetes a 5 euros (quartos), 10 (meias) e 15 (final). O Pavilhão Maria Victor tem capacidade para 500 espectadores.

CACO e Stuart. Ficaram atrás de Sporting, Benfica e Vilafranquense na primeira fase do campeonato português e acabaram relegadas para o Grupo 2. Mas, conquistando os dois primeiros dois lugares, têm agora - quando regressarem da Catalunha - outra oportunidade de lutar por um lugar nos quartos-de-final. Na Catalunha, a missão é hercúlea.

Se o CACO defronta uma equipa que já conquistou cinco vezes o ceptro europeu, a Stuart tem pela frente nada menos que as recém-coroadas campeãs espanholas, numa temporada sem derrotas no mais competitivo campeonato do Mundo. E o Palau, provavelmente o mais favorito nesta Taça da Liga Feminina, derrotado na última final pelo Voltregà após prolongamento, joga perante o seu público como anfitrião desta Final Eight.

Também em busca do seu primeiro título europeu, está o Manlleu. O agora vice-campeão de Espanha (campeão em 2020), organizou a decisiva Final Four europeia em 2015 e 2016, e em 2016 até foi finalista, mas sem sorte, seria derrotado pelo Voltregà nas grandes penalidades. Nos quartos-de-final, defronta o Cerdanyola, última equipa a "travar" o Palau, num empate a oito na segunda fase da OK Liga a 17 de Abril.

Árbitros

Para apitar os sete confrontos desta Final Eight foram chamados seis árbitros, três portugueses e três espanhóis. Carlos Correia, Pedro Silva e Silvia Coelho representam a arbitragem portuguesa, ao passo que David Cantos, Oriol Pérez e Tania Pardo foram os escolhidos da "escola" espanhola. Para além de tornar este evento exclusivamente ibérico (quando, por exemplo, houve árbitros italianos na Final Four da Liga Europeia), o reduzido número de árbitros escolhidos estranha-se... Caso quatro equipas espanholas se apurem para as "meias", ou um dos árbitros portugueses arbitra dois jogos consecutivos ou terá sempre de ser colocado (pelo menos) um espanhol num embate entre duas equipas espanholas.

Quartos-de-final

•  Q1 • Gijón vs. CACO • 27.Mai • 14h

•  Q2 • Cerdanyola vs. Manlleu • 27.Mai • 16h

•  Q3 • Benfica vs. Voltregà • 27.Mai • 18h

•  Q4 • Stuart vs. Palau • 27.Mai • 20h

Meias-finais

•  M1 • Vencedor Q1 vs. Vencedor Q4 • 29.Mai • 15h

•  M2 • Vencedor Q3 vs. Vencedor Q2 • 29.Mai • 17h30

Final

•  Vencedor M1 vs. Vencedor M2 • 30.Mai • 12h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade