Notícia

A 'fiesta' das Taças

Jun 09, 2021

A Corunha vive a partir desta quinta-feira a grande festa do Hóquei em Patins do país vizinho, com as Taça do Rei e Taça da Rainha. O Barcelona de João Rodrigues e Hélder Nunes procura um inédito "penta". #CopaDelRey #CopaDeLaReina

A histórica Taça do Rei regressa a partir desta quinta-feira, na Corunha. A prova que se realiza desde 1944 teve no ano passado o seu primeiro interregno e, já este ano, foi adiada para o final da temporada, mas regressa com a 77ª edição para terminar a temporada da melhor maneira.

No Palácio dos Desportos do Riazor, tal como em 2019, estarão não só as oito mais bem classificadas da primeira volta da OK Liga, em busca da Taça do Rei, mas também as oito mais bem classificadas da primeira volta da OK Liga Feminina, em busca da Taça da Rainha, num evento simultâneo de grande magnitude.

Os portugueses João Rodrigues (Barcelona) e Nuno Canelas (do staff técnico do Gijón) conquistaram as Taças em 2019

No masculino, o Barcelona, octacampeão na OK Liga, procura nova "dobradinha". A conquista do Barcelona em 2019, em Reus, já estabeleceu um recorde de quatro triunfos consecutivos, mas os blaugrana procuram agora o "penta", que significaria também que, desde 2016, o Barcelona açambarcaria todas as OK Liga e Taça do Rei em jogo.

Nos quartos-de-final, o Barcelona dos portugueses João Rodrigues - MVP da Copa em 2019 - e Hélder Nunes, que soma um total recorde de 23 títulos, defronta o Noia, que já venceu a competição duas vezes. Liceo (com nove troféus), Reus (sete) e Voltregà (cinco) também procuram repetir os êxitos do passado, ao passo que Caldes, Lleida e Girona procuram uma conquista inédita.

De resto, depois do Noia ter vencido em 2008, houve apenas três vencedores da Copa del Rey e apenas o Barcelona está em prova. O Vic, vencedor em 2009, 2010 e 2015 e o Vendrell, vencedor em 2013 e 2014 às ordens de Guillem Cabestany, falharam o apuramento e, se os "vigatan" já estão mesmo condenados à descida à secundária OK Liga Plata, os "vendrellencs" terão um derradeiro jogo para procurar a manutenção.

Quartos-de-final

• QF1 • Liceo vs. Voltregà • 10.Jun • 20h45

• QF2 • Caldes vs. Lleida • 10.Jun • 13h

• QF3 • Reus vs. Girona • 11.Jun • 13h

• QF4 • Barcelona vs. Noia • 11.Jun • 20h45

Meias-finais

• MF1 • Vencedor QF1 vs. Vencedor QF2 • 12.Jun • 17h

• MF2 • Vencedor QF3 vs. Vencedor QF4 • 12.Jun • 20h

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 13.Jun • 13h15

Palau em busca do "triplete"

Na feminina Taça da Rainha, o Palau procura fechar com chave de ouro uma temporada em que ainda não perdeu e em que já conquistou OK Liga e a europeia Taça da Liga Feminina. Tal como na prova europeia, a conquista da Taça da Rainha seria inédita.

A Taça da Rainha conta 14 edições, com Voltregà (seis títulos) e Gijón (quatro) destacados, sendo que - ao contrário da "monótona" Taça do Rei - nas últimas três edições houve três vencedores, erguendo o troféu Voltregà (2017), Vilanova (2018) e Gijón (2019).

Entre os emblemas coroados, falha a presença o Vilanova, vencedor de duas edições, sendo que Manlleu e Cerdanyola procurarão o seu segundo troféu.

Para Sant Cugat, Bigues i Riells e Las Rozas, tal como o favorito Palau, a conquista desta 15ª Taça da Rainha seria inédita.

Quartos-de-final

• QF1 • Manlleu vs. Gijón • 10.Jun • 18h

• QF2 • Voltregà vs. Sant Cugat • 10.Jun • 10h30

• QF3 • Palau vs. Bigues i Riells • 11.Jun • 18h

• QF4 • Cerdanyola vs. Las Rozas • 11.Jun • 10h30

Meias-finais

• MF1 • Vencedor QF1 vs. Vencedor QF2 • 12.Jun • 11h

• MF2 • Vencedor QF3 vs. Vencedor QF4 • 12.Jun • 13h15

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 13.Jun • 11h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade