Notícia

Tudo pronto em Andorra para a Taça WSE

Jun 16, 2021

Já com todas as equipas participantes de "férias" dos seus campeonatos, a Taça WSE realiza-se a partir desta quinta-feira em Andorra. Numa inédita participação europeia, o Riba d'Ave representa Portugal. #TaçaWSE

A necessidade de reunir condições para a organização levou a que a Taça WSE fosse adiada do fim de Abril para Junho, mas agora está tudo pronto em Andorra para receber a prova.

Com sete equipas participantes, foi decidido um modelo de Final Eight em que o campeão em título, Lleida, fica isento da primeira eliminatória. Os quartos-de-final jogam-se esta sexta-fera, 18 de Junho, as "meias" terão lugar sábado e a decisiva final será no domingo.

A prova conta com cinco participantes catalães, um italiano e um português. O Riba d'Ave, com oportunidade de uma participação inédita, não abdicou e defende as cores lusas, não obstante ter terminado a sua competição em Portugal há dois meses (17 de Abril) com a descida de divisão.

O jovem grupo orientado por Raul Meca já não contará com Facundo Bridge nem Miguel Fortunato, que vestirão outras cores na próxima temporada, mas sobra Raça, Amor, Humildade e Coragem na hora de enfrentar o desafio europeu. Quiçá contra o pior adversário possível.

Em Andorra está permitida a presença de 1000 espectadores por partida, num Poliesportiu d’Andorra La Vella que teve de ser adaptado para receber Hóquei em Patins.

Nos quartos-de-final, o Riba d'Ave defronta um Caldes que foi terceiro - apenas atrás de Barcelona e Liceo - na OK Liga, que conta com os experientes Sergi Miras (ex-Sporting e ex-Porto) e Cristian Rodriguez, e que ainda está em plena competição, dado que sábado passado foi afastado nas meias-finais da Taça do Rei.

Também na Taça do Rei estiveram Lleida e Girona, afastados, respectivamente, nas últimas quinta e sexta-feira por Caldes e Reus nos quartos-de-final, ao passo que o Igualada terminara as competições internas a 29 de Maio com uma impressionante série de quatro vitórias consecutivas para assegurar a manutenção na OK Liga.

Os arlequins de David Càceres chegam a esta Final Eight hiper-motivados e, apesar de nunca terem ganho esta Taça WSE ou a antecessora Taça CERS, são o emblema com mais conquistas europeias a apresentar-se em Andorra, com nada menos que seis Ligas Europeias conquistadas. Nos "quartos", o Igualada defronta o representante italiano, o Sarzana, em "férias" desde 9 de Maio (afastado no play-off da Serie A1), mas em busca de melhor do que em 2019, quando foi finalista vencido, caindo apenas na final frente ao bicampeão Lleida.

De resto, entre as sete equipas presentes, o Lleida - com os seus títulos consecutivos de 2018 e 2019 - será o único que já ganhou a prova. Para além do Sarzana, apenas o Igualada logrou chegar à final, nos já distantes anos de 1988 e 1992.

Arbitragem luso-italiana

Com apenas uma equipa portuguesa e uma equipa italiana em prova, a escolha dos árbitros recaiu em três portugueses e três italianos.

De Itália viajarão Ulderico Barbarisi, Massimiliano Carmazzi e Claudio Ferraro, ao passo que de Portugal irão até Andorra Paulo Almeida, João Duarte e Ricardo Leão.

Quartos-de-final

• QF1 • Calafell vs. Girona • 18.Jun • 19h

• QF2 • Caldes vs. Riba d'Ave • 18.Jun • 13h

• QF3 • Sarzana vs. Igualada • 18.Jun • 16h

(Lleida isento)

Meias-finais

• MF1 • Lleida vs. Vencedor QF1 • 19.Jun • 16h

• MF2 • Vencedor QF3 vs. Vencedor QF2 • 19.Jun • 13h

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 20.Jun • 12h30

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade