Notícia

Lucas, um campeão em busca da definitiva afirmação

Sep 21, 2021

Lucas Honório "explodiu" na segunda parte da final do Europeu de Sub-19, assinando três golos na reviravolta que valeu o título para Portugal. Agora procura a afirmação nos maiores palcos ao serviço do Tomar. #Video

Ao intervalo da final do Campeonato da Europa de Sub-19, Portugal perdia por 1-0 frente à rival de sempre, Espanha.

Nos jogos até à partida decisiva, "Luquinhas" marcara em todas as partidas. Três vezes à Inglaterra, duas à Itália e uma à Espanha na primeira fase e mais três à Inglaterra nas "meias", e muita da esperança numa reviravolta passava pela capacidade de improvisação do jovem talento.

Campeão da Europa de Sub-17 em Fanano, em 2017, com apenas 14 anos, novo título teimaria em escapar a Lucas. Seria vice-campeão europeu de Sub-17 em 2018 (Correggio). Em 2019, com 16 anos, foi chamado aos Sub-19, para o Mundial que teve lugar em Barcelona. E, jogando poucos minutos, foi terceiro.

Ainda em 2019, voltou aos Sub-17 para capitanear a selecção no Europeu de Torres Vedras. Não perdeu qualquer jogo. Mas o empate com a Espanha na derradeira ronda custou o ouro. "Nunca perdemos, aprendemos", diria, depois de ter ficado pela primeira vez em branco em seis jogos.

Em Paredes, também marcara em todos os jogos antes do derradeiro. Três frentes a Inglaterra, dois com Itália e um com Espanha ainda na primeira fase, com mais três à selecção inglesa nas "meias".

Não podia voltar a acontecer.

De regresso para a segunda parte da final em Paredes, Lucas Honório demoliu a "armada" espanhola. Com três golos de belo efeito, virou o jogo e garantiu o triunfo português (que ainda teria mais um golo, de Tiago Sanches, sobre o final) e a conquista do Europeu. Terminou com 12 golos, como melhor marcador, com mais seis tentos que o também português (e também ligado ao Benfica) Bernardo Ramalho, o segundo mais profícuo da prova.

No seu regresso após a conquista do Europeu, Lucas Honório foi homenageado pelo Tomar e saudado pelos jogadores da casa e do Turquel.

Este sábado, o internacional jovem português regressou a Tomar. Pese ter poucos dias de treino com a equipa, jogou largos minutos frente ao Turquel e é aposta declarada de Nuno Lopes.

Com 18 anos cumpridos no dia 5 do mês 5, o número 5 inicia a sua segunda temporada nos nabantinos, cedido pelo Benfica que o "agarrou" bem cedo. Natural de Turquel, Lucas chegou ao Benfica em 2017, muito novo, com 14 anos, para os Sub-15. Ainda mais novo que o conterrâneo Diogo Rafael que, 13 anos antes chegara também com 14, mas prestes a completar 15, já integraria os Sub-17.

Em 2020, com a pandemia a ameaçar as provas "não profissionais", o jogador e o Benfica apostaram num empréstimo ao Tomar. Não teve muitos minutos na primeira temporada, mas cresceu num ambiente de treino altamente profissionalizado. Jogou no play-off, nos "quartos" frente ao Óquei de Barcelos, e depois deu uma mãozinha aos Sub-23 nabantinos, ajudando-os a terminar como vice-campeões nacionais, sucumbindo apenas com o Valongo na final.

A nova temporada pode ser de afirmação definitiva entre os graúdos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade