Notícia

João Almeida é do Sporting

Sep 25, 2021

O Conselho de Justiça considerou improcedente o recurso do Braga quanto à transferência de João Almeida para o Sporting. Falta agora deliberar sobre uma eventual suspensão de três meses por duplo compromisso. #Disciplina #PrimeiraDivisão #Mercado

João Almeida, campeão da Europa de Sub-20 em 2014 e vencedor da Taça Latina em 2016, teve uma última temporada com muito tempo passado na bancada, preterido por Paulo Pereira nas convocatórias da Oliveirense. Mas, a terminar contrato com a equipa de Oliveira de Azeméis, não tardou a encontrar "novo amor". Ou, melhor, dois.

O atacante começou no Carvalhos, esteve nos escalões de formação do Porto e, quando subiu a sénior, teve périplos de dois anos em busca de uma afirmação definitiva que tarda. Esteve em Valongo entre 2015 e 2017, no Óquei de Barcelos de 2017 a 2019 e na Oliveirense de 2019 a 2021.

Agora com 26 anos, João Almeida teria tudo certo com o Braga para esta nova temporada. E foi anunciado nas redes sociais como reforço. No dia seguinte, foi dado como certo no Sporting. E até já marcou um golo importante, o primeiro da vitória que valeu a conquista da Taça Continental.

O Braga tornou pública a sua indignação e prometeu recorrer. E recorreu.

Os bracarenses pediam - em primeira instância - a suspensão da transferência do atleta para o Sporting, alegando compromisso prévio. Mas o Conselho de Justiça entendeu que não há motivo para questionar a primeira inscrição formalizada, dos leões em plataforma electrónica, de 2 de Agosto, validando o vínculo entre João Almeida e aquele que, publicamente, é o seu clube do coração.

O Braga não terá conseguido formalizar a inscrição por via electrónica, o que daria origem a uma suspensão imediata, mas o prazo para as mesmas decorre de 1 de Agosto a 15 de Outubro e os bracarenses defendem o compromisso do atleta por um documento assinado em Março.

O processo transita agora para o Conselho de Disciplina, a quem caberá avaliar a validade desse compromisso com os bracarenses. Caso seja considerado válido, o jogador encara uma suspensão de três meses tal como sucedeu com Filipe Martins, que agora integrará o plantel principal dos leões, em 2019, então num diferendo com o Paço de Arcos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade