Notícia

Catedral continua 'imaculada', com goleada ao campeão

Feb 27, 2022

O Óquei de Barcelos venceu o Sporting por claros 6-0, contando com uma grande exibição de Conti e eficácia no ataque. Os barcelenses não venciam os leões no Municipal desde 2016 e mantêm um registo 100% vitorioso esta época em casa. #PrimeiraDivisão

No regresso em massa do público ao Municipal de Barcelos, a "Catedral", o Óquei ofereceu uma vitória de luxo aos seus adeptos.

O Sporting dispôs das primeiras oportunidades, mas foi Álvaro Morais ("Alvarinho") que inaugurou, de meia distância na zona frontal, numa clamorosa falha de marcação dos leões.

Os pupilos de Paulo Freitas procuraram reagir nas iniciativas de Ferran Font e Toni Pérez, mas seria já com Gonzalo Romero que surgiriam as melhores oportunidades. Mas sempre a esbarrarem numa transcendental exibição de Constantino Acevedo ("Conti").

Sem marcar, o Sporting acabou por sofrer, a seis minutos do intervalo, com Miguel Rocha - que já avisara com um "tiro" à barra... - a ampliar num remate forte a surpreender Ângelo Girão.

Na segunda parte, Luís Querido não desperdiçou uma grande penalidade e a eficácia de bola parada inflacionaria o resultado final. O Óquei de Barcelos foi totalmente eficaz, transformando em golo os dois livres directos - os quarto e sexto golos - de que dispôs, com execuções primorosas de Darío Giménez a tornarem infrutífero o esforço de Girão.

Já o Sporting veria "Conti" negar o tento a Font numa grande penalidade e num livre directo. E, entre as duas oportunidades desperdiçadas pelo catalão do Sporting, Danilo Rampulla finalizou um contra-ataque gizado com Miguel Rocha para aquele que, na altura, era o quinto golo do jogo. Ainda o pesadelo leonino não terminara...

"Galos" perfeitos em casa

O Óquei de Barcelos não vencia o Sporting no seu reduto desde Novembro de 2016, era Paulo Freitas treinador dos barcelenses, e este triunfo permite-lhes manter um registo perfeito no seu pavilhão.

Em 10 jogos, o Óquei de Barcelos soma 10 vitórias, num registo apenas igualado pelo líder Porto. A equipa de Rui Neto procurará manter o registo na sua casa, mas tal implica vencer três adversários de respeito: Benfica, Oliveirense e Valongo.

Os três pontos somados permitem também aos barcelenses manter-se no 2º lugar, com 45 pontos e a quatro do líder Porto, distanciando-se do Sporting (41 pontos). Com menos um jogo, o Benfica (agora 4º, com 40 pontos) também se vai aproximando...

Campeão em mau momento

Campeão nacional e europeu em título, o Sporting atravessa notoriamente um mau momento que procurará ultrapassar antes das decisões do play-off.

Na pretérita temporada, que terminou com a "coroação", os leões registaram duas derrotas seguidas em Janeiro, quando perderam em Oliveira de Azeméis e depois na recepção do Benfica. Depois, a formação verde-e-branca parou três semanas com casos positivos de coronavírus e regressou retemperada e em crescendo para um final de época memorável.

Comparativamente, ainda com sete jogos por cumprir na fase regular, o Sporting já tem mais derrotas (quatro) do que as registadas em toda a pretérita temporada, somando "apenas" três em 35 jogos. E, se a "máquina" de Paulo Freitas é reconhecida pela solidez defensiva, é importante sublinhar que os 66 golos sofridos são mais do que os sofridos por sete outras equipas, ainda que o Braga, com 65, tenha um jogo a menos. Ou seja, o Sporting é, ainda que à condição, a equipa mais batida entre as oito que estão nos lugares de play-off.

E no ataque, o desfecho de Barcelos também não é animador. O Sporting não ficava a zeros desde Fevereiro de 2020, quando perdeu também por 6-0, no Dragão Arena. O jogo até valeria de pouco, dado que o campeonato seria cancelado, mas essa derrota no Dragão e esta em Barcelos são os dois únicos jogos a zeros para o campeonato com Paulo Freitas no comando.

Recuperar em casa

Depois deste jogo em Barcelos, o Sporting regressa a casa, onde, exceptuando a derrota na recepção ao Porto, só vencera (em seis partidas). E serão nada menos que seis jogos no João Rocha, dois meses sem deslocações para o campeonato, sendo que apenas em Maio é que a equipa de Paulo Freitas volta a jogar como visitante. Será na derradeira jornada da fase regular, em Viana do Castelo.

19ª jornada

• Braga 2-3 Valongo • 26.Fev

Sanjoanense 5-4 Marinhense • 26.Fev

Porto 6-0 Parede • 26.Fev

• Tomar 1-3 Benfica • 26.Fev

• Oliveirense 3-4 Juventude de Viana • 26.Fev

• Turquel 4-4 Paço de Arcos • 26.Fev

Óquei de Barcelos 6-0 Sporting • 27.Fev

Classificação

1º Porto (49 pontos), 2º Óquei de Barcelos (45), 3º Sporting (41), 4º Benfica* (40), 5º Oliveirense (38), 6º Valongo (33), 7º Tomar* (30), 8º Braga* (23), 9º Paço de Arcos (21), 10º Juventude de Viana (14), 11º Sanjoanense (13), 12º Parede (13), 13º Marinhense* (11), 14º Turquel** (8)

*menos um jogo, **menos dois jogos

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade