Notícia

Uma goleada e três à tangente para a Final Four feminina

Mar 15, 2022

Foto de capa: Sport Lisboa e Benfica - Modalidades

Ficaram este domingo definidas as quatro equipas que disputarão a Final Four da Taça Feminina. Benfica, CACO, Sporting e Vila Boa do Bispo lutam pelo troféu... mas só volvidos quatro meses. #TaçaDePortugalFem

Do dia 13 de Março, do fecho dos quartos-de-final, ao fim-de-semana de 2 e 3 de Julho em que se disputará a Final Four da Taça de Portugal de Seniores Femininos, vão perto de quatro meses. Longos 109 dias em que se decidirá tudo do Campeonato antes que se conheça o vencedor da apelidada "prova rainha".

Na discussão pelo troféu estarão Benfica, CACO, Sporting e Vila Boa do Bispo.

O apuramento das águias, que somam sete conquistas consecutivas na prova, foi a excepção pelo resultado expressivo. A equipa de Paulo Almeida recebeu e venceu o Gulpilhares por 22-1 com seis golos de Maria Sofia Silva, cinco de Marlene Sousa, quatro de Beatriz Figueiredo e três de Raquel Santos. Cata Flores e Catarina Pedro bisaram, num jogo em que "apenas" Sofia Contreiras e Maca Ramos ficaram em branco. Mariana Matos marcou o tento de honra das gaienses.

As restantes semifinalistas granjearam o apuramento por margem tangencial.

A passagem mais dramática foi a do Vila Boa do Bispo, que já venceu a Taça em 1995. O Arazede vencia por 2-4 com os regulamentares 50 minutos a aproximarem-se, mas Sofia Coelho, de livre directo e depois a aproveitar superioridade numérica, levou o jogo para prolongamento. Sem golos no tempo extra, Ana Isabel Ferreira fez o único golo na lotaria das grandes penalidades.

Também com reviravolta, o Sporting superou a Stuart este domingo. Mas antes, no dia anterior, as leoas tiveram a partida ainda relativa aos "oitavos" vencendo, por 3-2, a Sanjoanense, numa partida definitivamente desequilibrada de grande penalidade, por Rita Batista, a 16 minutos do final.

Já para os "quartos", a equipa de Nuno Pinto esteve a perder em Massamá com um tento de Diana Pinto. Mas o conjunto orientado por Ricardo Barreiros não logrou segurar a vantagem, claudicando na recta final da partida. Inês Vieira, que na pretérita temporada representou a Stuart, igualou a sete minutos e meio do fim e decidiu a questão do apuramento já no derradeiro minuto.

O CACO, finalista em 2019, garantiria o apuramento na pista do Carvalhos. A "equipa do bairro" adiantou-se aos 12 minutos e não mais deixou de liderar o marcador.

Ainda com muito campeonato pela frente, Benfica, Sporting e CACO são os três primeiros do Grupo 1 da segunda fase, ao passo que o Vila Boa do Bispo é terceiro no Grupo 2. Finda esta fase, seguir-se-á todo o play-off de decisão do título, e um afastamento prematuro de qualquer das equipas irá "custar" largos dias sem competição até à decisão da Taça...

Quartos-de-final

Vila Boa do Bispo 5-4 Arazede • 12.Mar

Benfica 22-1 Gulpilhares • 12.Mar

• Carvalhos 2-3 CACO • 13.Mar

• Stuart 1-2 Sporting • 13.Mar

Oitavos-de-final

• Académico 3-5 CACO • 19.Fev

• Tojal 3-10 Carvalhos • 19.Fev

Gulpilhares 1-0 Académica • 20.Fev

• Antes 2-5 Arazede • 20.Fev

• Escola Livre 2-7 Vila Boa do Bispo • 20.Fev

Benfica 17-1 CENAP • 20.Fev

Stuart 4-3 Académico da Feira • 20.Fev

Sporting 3-2 Sanjoanense • 12.Mar

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade