Notícia

O estigma de Ferran

Mar 15, 2022

Com algo de 'Pedro e o Lobo', Ferran Font ganhou reputação por algumas simulações. Agora, em caso de dúvida, há o reverso da medalha para o atacante do Sporting, pagando 'erros do passado', conforme observa Paulo Freitas. #Disciplina #PrimeiraDivisão

Há quem diga que a tentativa de enganar o árbitro é uma falta de "fair play". Há quem defenda que faz parte do jogo e que os juízes das partidas têm ferramentas (leia-se, advertências e cartões) para punir quando se sentem vítimas de tentativa de ludibriamento.

Ferran Font ganhou reputação com algumas simulações, que seriam dissecadas nas redes sociais e, certamente, entre os árbitros. E, de há uns meses para cá, em casos de dúvida - naturais durante o veloz jogo do Hóquei em Patins -, o catalão tem pago pelos "erros" do passado.

Frente ao Benfica, entrado a meio da primeira parte, foi uma primeira vez ao solo sem nada assinalado. Depois, nova queda duvidosa levou à advertência do atacante. E também de Paulo Freitas. Pouco depois, Ferran veria o azul numa falta atrás da sua baliza.

Confrontado na conferência de imprensa que se seguiu ao jogo com um possível estigma associado ao seu jogador, Paulo Freitas não se escusou a comentar. "Os árbitros, agora, vêm para os jogos, e devem lá em casa dizer assim: vamos ver quem é a equipa do Sporting. Ah, Ferran Font. O Ferran Font simulou há dois anos atrás e simulou e não sei quê, então vêm com esse estigma, e qualquer acção que o Ferran cometa é penalizado por aquilo que aconteceu [no passado] e não pelo lance na realidade", observou.

Ferran Font chegou ao Sporting em 2016, do Vic, com apenas 19 anos e numa aposta "avultada" de José Trindade. Pelos leões, é denominador comum nas conquistas do Campeonato Nacional (2018), Liga Europeia (2019 e 2021) e Taça Continental (2019), tendo falhado uma segunda conquista da Continental - em Setembro último - por castigo após expulsão na final da Liga Europeia.

A nível internacional, Ferran Font foi vítima do seu "currículo" sobre o final da primeira mão da Taça Intercontinental, em Dezembro, quando, sendo questionável se haverá toque ou não, na dúvida, uma possível falta e livre directo para o Sporting acabou por ser simulação e um livre directo (que deu golo) para o Porto.

Esta época, para o campeonato, soma já nove azuis e um vermelho. Na lista de "azulados", segue-se João Sardo (Paço de Arcos), com oito, e Ordoñez (Benfica), Rafa (Porto) e o colega Alessandro Verona, com sete.

Há muito que a cadeira do "castigo" (merecido ou não...) deixou de ser um lugar estranho para Ferran Font.

Na Luz, este sábado, para a Taça de Portugal, Ferran viu mais dois azuis. Mas apontou o único golo dos leões.

Para o campeonato, soma já 22 tentos, apenas aquém dos 25 de Gonzalo Romero, e é uma das mais-valias do plantel de Paulo Freitas. Sobre o jogador, Campeão da Europa pela Espanha em 2018 e 2021, paira - praticamente desde que chegou a Lisboa, mas com mais intensidade esta época - um possível interesse do Barcelona, mas o contrato que o liga aos leões vai para lá do final desta época.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade