Notícia

Murches na I Divisão

May 08, 2022

O Murches é 'de Primeira'. A equipa do concelho de Cascais garantiu a vitória na Zona Sul da II Divisão e, pela primeira vez na sua história, a presença na categoria máxima. #SegundaDivisão #PrimeiraDivisão

No dia em que se conheceram as despromoções de Sanjoanense, Marinhense e Turquel e ficou certa a manutenção do Parede, o concelho de Cascais viveu um outro momento de euforia. Pela primeira vez na sua história, o Murches estará na I Divisão.

A meio da semana, a equipa orientada por Hugo Lourenço já garantia a promoção se vencesse o Oeiras, mas claudicou e viu a festa adiada. Este sábado, a vitória no Seixal sobre o Criar-T, mesmo que por tangencial 1-2, foi suficiente para libertar os foguetes.

A aposta no ex-treinador dos Sub-17, Sub-19 e equipa "B" do Benfica - onde fez "crescer" vários dos talentos que no último defeso chamou para este "seu" Murches - deu resultado.

Ainda com dois jogos por disputar, o Murches está longe de ter o melhor ataque da prova (com 115 golos é superado por cinco equipas), mas faz jus ao mote de que a defesa é que ganha campeonatos, com apenas 62 golos sofridos, apesar de ter o Candelária próximo, com 65.

Nos derradeiros jogos, que serão de celebração garantido que está o triunfo na Zona Sul da II Divisão, o Murches defronta a Académica e o Alverca.

Quem luta pela subida a Sul?

Com o Murches a assegurar a subida directa à categoria máxima, sobra a Sul a dúvida sobre quem terá uma derradeira oportunidade na "poule" de subida com o 2º classificado da Zona Norte.

Os candidatos são Oeiras (55 pontos), Alenquer (53) e Candelária (51), sendo que o Oeiras tem mais um jogo. Este sábado, o Oeiras recebeu o Alenquer e deu empate a quatro, aproveitando o Candelária para se aproximar com uma vitória no Estoril, sobre a Salesiana por 3-2.

O Oeiras defronta apenas mais o Criar-T, no Seixal, num palco que foi talismã para o Murches. Antes, o Criar-T joga em Alenquer e o Candelária recebe o Sintra, para, na última jornada, o Candelária jogar na pista do Marítimo e o Alenquer em Coimbra.

Dois candidatos a Norte

A Norte, a luta está limitada a Famalicense e Riba d'Ave. As duas formações minhotas que não conseguiram a manutenção na I Divisão na pretérita temporada somam, respectivamente, 62 e 61 pontos e procuram o regresso à I Divisão.

Com duas jornadas para disputar, há um embate entre Famalicense e Riba d'Ave no próximo dia 14, na penúltima jornada, que deverá clarificará o vencedor desta Zona Norte. Na primeira volta, o triunfo sorriu à equipa ribadavense, por 4-2, mas agora, um triunfo famalicense, garante desde logo à equipa orientada por Vítor Silva o regresso aos palcos maiores da II Divisão. Quem ficar em 2º, recorde-se, terá um derradeiro duelo, com o 2º da Zona Sul, para uma última vaga na I Divisão.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade