Notícia

Barcelona e Manlleu vencem Taças do Rei e da Rainha

May 08, 2022

O Barcelona venceu o Reus por claros 4-0 para conquistar a 24ª 'Copa' da sua história, segunda de João Rodrigues e primeira de Hélder Nunes. O Manlleu 'segurou' a coroa de Rainha, mas apenas nas grandes penalidades. #CopaDelRey #CopaDeLaReina

Barcelona e Manlleu reinarão em Espanha como detentores das Taças do Rei e da Rainha, depois dos triunfos deste domingo em Lleida.

O Barcelona venceu o Reus por 4-0. Na sétima vez que os dois históricos catalães se encontraram na decisão da carismática Taça do Rei, os blaugrana levaram a melhor pela sexta vez e erguem o troféu pela 24ª ocasião.

João Rodrigues, MVP da prova em 2019, abriu as "hostilidades" aos sete minutos, na recarga a uma grande penalidade que próprio tentara transformar. O Reus, sem o seu mais carismático jogador, Raul Marin, voltou a mostrar coesão e valor apesar de surgir nesta Taça como claro "underdog". Não evitaria, no entanto, que Matías Pascual dilatasse aos 17 minutos e, a poucos segundos do intervalo, novo tento do argentino era rude golpe nas aspirações "roginegras".

Aitor Egurrola, no banco nesta final, passa a somar 12 Taças, mais do que qualquer outra equipa em Espanha tirando o Barcelona...

Na etapa complementar, Nil Roca assinou o quarto da equipa de Edu Castro e o Barcelona colocava mais do que uma mão na Taça. O resultado não se alteraria até final e Aitor Egurrola ergueu - a meias com Roca, que está de saída para o Benfica -, pela última vez, a Copa. Para o guarda-redes que se despede no final da temporada, esta foi a 12ª Taça do Rei conquistada, sublinhando-se que o Espanyol, segunda equipa mais titulada, conquistou 11...

Entre portugueses, João Rodrigues conquistou a prova pela segunda vez, ao passo que Hélder Nunes junta agora, pela primeira vez, mais este troféu ao seu palmarés.

As imagens de Luís Velasco: Barcelona vs. Reus.

Quartos-de-final

• QF1 • Barcelona 5-2 Caldes • 5.Mai

• QF2 • Noia 4-0 Alcoi • 5.Mai

• QF3 • Lleida 4-3 Calafell • 6.Mai

• QF4 • Liceo 1-4 Reus • 6.Mai (1-1, 0-3 prol.)

Meias-finais

• MF1 • Barcelona 2-1 Noia • 7.Mai

• MF2 • Lleida 2-3 Reus • 7.Mai

Final

Barcelona 4-0 Reus • 8.Mai

Manlleu revalida

No feminino, o Manlleu manteve a coroa de Rainha, mas teve de esperar pelo desempate por grandes penalidades para vencer as "pretendentes" do Palau.

Em busca do seu primeiro triunfo na Taça da Rainha, o Palau adiantou-se com pouco mais de quatro minutos cumpridos, com Laura Puigdueta a dar o mote. Mas, dois minutos volvidos, Maria Diez ("Peke") igualou. Foi uma disputa pautada pelo equilíbrio e intensidade.

A defender a sua coroa, o Manlleu adiantou-se antes do descanso, por Nara López, mas - com o único tento na etapa complementar - Carla Fontdegloria levou o jogo para prolongamento.

Carla assinaria o seu segundo tento no jogo na primeira metade do tempo extra, mas, sem querer ficar atrás, Nara López marcou para nova igualdade.

Anna Casarramona foi considerada MVP da Taça da Rainha.

No necessário desempate, porque só havia uma coroa para entregar, Aimee Blackman até adiantou o Palau, mas as campeãs europeias não conseguiriam voltar a marcar. O Manlleu marcou por Anna Bullo, Nara López e, apropriadamente a uma temporada que será a última de um mito da modalidade, Peke confirmou a revalidação do troféu.

As imagens de Luís Velasco: Palau vs. Manlleu.

Quartos-de-final

• QF1 • Palau 4-2 Cerdanyola • 5.Mai

• QF2 • Vila-Sana 5-6 Liceo • 5.Mai (3-3, 1-1 prol., 1-2 pen.)

• QF3 • Gijón 3-1 Voltregà • 6.Mai

• QF4 • Manlleu 6-2 Igualada • 6.Mai

Meias-finais

• MF1 • Palau 5-0 Liceo • 7.Mai

• MF2 • Gijón 1-2 Manlleu • 7.Mai

Final

• Palau 4-6 Manlleu • 8.Mai (3-3, 1-1 prol. 1-3 pen.)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade