Notícia

'Lotaria' bafeja quem procurou mais

May 29, 2022

O Sporting venceu o primeiro jogo frente ao Benfica nas grandes penalidades. Os encarnados tentaram segurar a vantagem que vinha da primeira parte, mas Font igualou a dois minutos e meio do fim e Romero decidiu no desempate. #PrimeiraDivisão

Depois dos muitos golos na vitória do Porto sobre o Óquei de Barcelos por 8-4, o embate entre Sporting e Benfica foi mais comedido nesse capítulo. Não teria golos de bola parada no tempo regulamentar (ou prolongamento), mas, ironicamente, só seria decidido nas grandes penalidades.

O Sporting entrou melhor, a criar algumas oportunidades, mas faltou-lhe a eficácia que Pablo Álvarez teve aos quatro minutos, num remate colocado. O golo travou o primeiro embalo leonino, mas ditaria a toada do encontro, com os leões atrás do resultado e as águias na expectativa, a procurarem gerir a posse de bola e esticando ao máximo o tempo de ataque.

Ferran Font, em jogada individual com uns malabarismos à mistura, igualou aos 12, mas apenas minuto e meio depois, isolado perante Girão, Carlos Nicolia voltava a colocar o Benfica na frente. Nem houve tempo para alterações técnico-tácticas de parte-a-parte...

Em desvantagem ao intervalo, o Sporting regressou mais pressionante para a etapa complementar, mas o Benfica fechava bem e ia contando com a inspiração de Pedro Henriques para se manter na frente do marcador. Depois de um período de mais de sete minutos sem falta para qualquer um dos lados, a nona falta encarnada chegou aos 11 minutos. Já nos 10 minutos finais, o Sporting chegava também à nona, o que poderia prenunciar uma decisão nos eventuais livres directos das respectivas 10ª faltas, mas nem Ferran Font, nem Nicolia foram eficazes, em oportunidades quase consecutivas, a cinco minutos do fim do tempo regulamentar.

Ainda que com uma moldura humana aquém do que a ocasião exigiria, continuava a acreditar o Sporting, levado naquele "elã vencedor" que Nuno Resende apontava na antevisão a este duelo. E, a dois minutos e meio do fim do tempo regulamentar, Gonzalo Romero e Ferran Font pressionaram, com o argentino a servir o catalão no coração da área para, num remate pronto, fazer o 2-2 que levava o jogo para prolongamento.

Quiçá mais desgastado dos quartos-de-final, obrigado a dois prolongamentos e um jogo a meio da semana frente ao vice-campeão europeu Valongo (os leões resolveram a questão no último fim-de-semana), o Benfica parecia aceitar a ida a grandes penalidades e foi o Sporting que mais procurou desequilibrar o marcador antes da "lotaria". Mas não conseguiria.

Nas grandes penalidades, apenas Gonzalo Romero e Lucas Ordoñez lograram marcar na primeira série e "defrontaram-se" na segunda. Ordoñez falhou e Romero não, garantindo o triunfo - e a vantagem na eliminatória - para os leões.

Os segundos jogos destas meias-finais, em Barcelos e na Luz, estão agendados para próximo sábado, dia 4.

Meias-finais

Porto 8-4 Óquei de Barcelos • 28.Mai • 1-0

Sporting 4-3 Benfica • 29.Mai (2-2, 2-1 pen.) • 1-0

• Benfica vs. Sporting • 4.Jun • 20h30

• Óquei de Barcelos vs. Porto • 4.Jun • 21h30

• Porto vs. Óquei de Barcelos • 7.Jun • 20h

• Sporting vs. Benfica • 7.Jun • 20h

• Óquei de Barcelos vs. Porto • 10.Jun • 21h30 (se necessário)

• Benfica vs. Sporting • 10.Jun • 20h (se necessário)

• Porto vs. Óquei de Barcelos • 12.Jun • 15h (se necessário)

• Sporting vs. Benfica • 12.Jun • 16h (se necessário)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade