Notícia

As contas do título

May 19, 2014

Com apenas duas jornadas para jogar na I Divisão, as contas do título são um grande “se”. Certo é para já que o título só será decidido na última jornada, independentemente do que aconteça na próxima, a penúltima. Por analogia à Fórmula 1, o Porto parte na “pole position”, com Valongo também na primeira linha, enquanto o Benfica vai ter de fazer uma corrida de trás para a frente.

Num exercício puramente matemático, e analisando todos os resultados possíveis (ver quadro abaixo), o Porto tem 53% de hipóteses de se sagrar campeão, o Valongo 41% e o Benfica uns escassos 6%. Mas, desportivamente, o rigor matemático sucumbe aos diferentes níveis de dificuldade dos quatro jogos que vão decidir o título.

O Porto é campeão se…

O Porto lidera a classificação com os mesmos pontos do Valongo e vantagem na diferença de golos. Para se sagrar bicampeão, “basta” aos azuis e brancos vencer o Candelária e não perder em Valongo.

Uma vitória no Pico coloca desde logo o Benfica fora das contas do título e, se os encarnados vencerem o Valongo na Luz, nem precisam de vencer em Valongo… basta que os encarnados não vençam também na última jornada em Braga.

Para os dragões, uma vitória em Valongo no fecho do campeonato significará sempre o festejo do título, excepto se tiverem perdido no Pico e o Benfica ganhar os seus dois jogos.

O Valongo é campeão se…

Os pupilos de Paulo Pereira têm o calendário teoricamente mais adverso, defrontando Benfica e Porto nas duas jornadas que restam. No entanto, ainda que percam fora – na Luz – se vencerem o Porto perante os seus adeptos só não serão campeões em dois cenários rebuscados: (1) se o Porto tiver vencido no Pico e o Benfica não ganhar em Braga ou (2) se o Porto não vencer no Pico e o Benfica ganhar em Braga.

O Valongo até pode ser campeão somando apenas um ponto nos dois jogos. É o cenário em que empata com o Porto mas, mesmo perdendo na Luz, Porto e Benfica empatam nos seus outros jogos.

No cenário ideal para os valonguenses, em que conseguem na Luz repetir a vitória da primeira volta e o Porto perde nos Açores, basta um empate frente aos dragões para a concretização do sonho.

Dependendo apenas de si, o Valongo celebra o título se somar pontos na Luz e vencer o Porto.

O Benfica é campeão se…

As águias partem para as duas últimas jornadas com três pontos de atraso para o dueto de líderes e por isso dependem dos deslizes alheios para repetirem o título conquistado em 2011/12.

Desde logo, se o Porto vencer o Candelária os encarnados ficam afastados da luta. Se tal não acontecer e o Porto tiver empatado nos Açores, os encarnados têm de torcer para que volte a não vencer em Valongo. Se o Candelária derrotar os azuis-e-brancos, o resultado de Valongo até é indiferente para os encarnados que – com a vitória em Braga – se sagrarão campeões nacionais sob o comando de Pedro Nunes.

Obstáculos que podem decidir

Na sadia “guerra” desportiva entre Porto, Valongo e Benfica há duas equipas que têm muito a dizer. Candelária e Braga defrontam dragões e águias e podem desequilibrar a balança do campeonato.

O Candelária, que recebe os dragões na penúltima jornada, já tem a sua época feita. Está no oitavo lugar, ainda com possibilidade de terminar em sétimo, mas já bem longe e a salvo dos lugares de play-out. No Pico, roubou dois pontos ao Valongo no arranque da segunda volta e saiu derrotado, por 1-3, frente ao Benfica.

O Braga está apenas um ponto acima dos lugares de play-out e na próxima jornada desloca-se a Oliveira de Azeméis, onde terá dificuldades em pontuar. Na última jornada, recebe o Benfica que ainda pode estar a lutar pelo título. Pese ter sido “atropelada” pelo Porto na primeira jornada (1-13) e derrotada pelo Valongo no arranque da segunda volta (1-6), a necessidade de pontos irá certamente complicar a vida às águias.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade