Lisboetas e minhotos na festa da Taça

A Final Four da Taça de Portugal, que se realiza nos próximos dias 8 e 9 de Abril, já tem árbitros nomeados. Três árbitros de Lisboa e outros três do Minho dirigem as partidas.

Lisboetas e minhotos na festa da Taça

As partidas da Final Four da Taça de Portugal que decorre a 8 e 9 de Abril no Multiusos de Paredes já têm árbitros nomeados, tendo as escolhas do Conselho de Arbitragem recaído sobre três árbitros de Lisboa e três do Minho.

Na primeira meia-final, entre Porto e Óquei de Barcelos, estarão os lisboetas Miguel Guilherme e Ricardo Leão, que ao longo da presente edição do Campeonato Nacional da I Divisão só estiveram juntos no embate entre Turquel e Marinhense da já distante 5ª jornada.

Para os barcelenses, haverá um misto de sensações. Miguel Guilherme esteve no primeiro jogo para o campeonato, precisamente entre Porto e Óquei de Barcelos, muito contestado pelos barcelenses.

Mas, se por um lado, Leão - o árbitro com mais nomeações (21) na principal competição nacional - arbitrou o Óquei de Barcelos no João Rocha, na Luz e em Turquel, culminando as três partidas em derrotas, por outro Miguel Guilherme, esteve em outras duas partidas, com dois triunfos, em Oliveira de Azeméis (pelo menos até à decisão de derrota na "secretaria"...) e São João da Madeira.

Os dragões ainda não foram esta temporada apitados por Miguel Guilherme, mas venceram os três jogos realizados sob a batuta de Ricardo Leão.

Na segunda-meia final, entre Oliveirense e Benfica, de uma inusitada sexta-feira, os minhotos Rui Torres e Carlos Correia reeditarão a dupla do embate entre Porto e Sporting da 5ª jornada.

No campeonato, Rui Torres esteve em cinco jogos da Oliveirense e apenas num do Benfica, ao passo que Carlos Correia - apenas com 11 jogos na presente edição da I Divisão - esteve em duas partidas da equipa de Oliveira de Azeméis e com o agora "finalista" Pedro Figueiredo no Clássico entre Benfica e Porto.

A final de sábado, independentemente dos intervenientes, será dirigida pelo lisboeta João Duarte e o minhoto Pedro Figueiredo.

João Duarte tem sido forte aposta esta temporada e entre os 19 jogos da I Divisão que dirigiu (apenas aquém dos 21 de Leão e dos 20 de Torres), contam-se cinco entre as cinco equipas candidatas ao título, tendo também estado no dérbi dos quartos-de-final desta "prova-rainha", então ao lado de Miguel Guilherme.

Entre os agora semifinalistas da Taça de Portugal, houve 10 jogos. Rui Torres e Miguel Guilherme estiveram em três jogos cada, mas nenhuma vez como dupla. De resto, nenhuma das três duplas agora constituídas arbitraram nenhum jogo entre os quatro semifinalistas esta época.

Fora das escolhas ficaram Manuel Oliveira, de Aveiro, que já foi chamado a 19 jogos da I Divisão, e Pedro Silva e Paulo Carvalho, os dois melhores da pretérita temporada, ambos com 17 jogos partidas realizadas na categoria máxima.

Meias-finais

• MF1 • Porto vs. Óquei de Barcelos • 8.Abr • 17h • Miguel Guilherme e Ricardo Leão

• MF2 • Oliveirense vs. Benfica • 8.Abr • 20h • Rui Torres e Carlos Correia

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 9.Abr • 17h • João Duarte e Pedro Figueiredo

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Hockey Kids com receita para o sucesso

Hockey Kids com receita para o sucesso

Depois de um ensaio natalício, o campus Hockey Kids procura afirmar-se, pela mão de Luís Duarte, nos finais de temporada. São três estágios semanais em Julho, para desfrutar e crescer, na Parede.

Óquei de Barcelos 'perde' por 10-0 em Oliveira de Azeméis

Óquei de Barcelos 'perde' por 10-0 em Oliveira de Azeméis

A decisão do processo ainda não foi publicada, mas o Óquei de Barcelos já tem averbada a derrota na secretaria por 10-0 na partida na pista da Oliveirense, relativa ao jogo da 12ª jornada que não chegou ao fim.