Coroa europeia em discussão nas Astúrias

Disputa-se este fim-de-semana a Final Four da Taça da Liga Feminina. Um Gijón de mão cheia, um Palau reinante, um Benfica de excepção e um surpreendente Cerdanyola procuram a coroa europeia.

Coroa europeia em discussão nas Astúrias

Gijón recebe este fim-de-semana a Final Four da Taça da Liga Feminina, com o anfitrião Gijón, as catalãs do Palau e Cerdanyola e o português Benfica na corrida à coroa de "rainhas da Europa".

O Benfica volta a intrometer-se na discussão, sentido-se a incompreensível falta do Sporting para "ajudar" a beliscar o domínio espanhol. As águias, hegemónicas em Portugal, tornaram-se (e mantêm-se) em 2015 a única equipa "não espanhola" a erguer um troféu que vai em 14 edições sob a égide da World Skate Europe, organismo que tutela a modalidade na Europa. Dessa equipa das encarnadas, sobram Marlene Sousa e Maria Celeste Vieira, para além do técnico Paulo Almeida, timoneiro desde o início do projecto.

Na perseguição a uma terceira final (perderia, em casa, em 2018), o Benfica tem pela frente o detentor do troféu, Palau. Depois de uma época praticamente irrepreensível, a equipa catalã soma já três derrotas e um empate (em 23 jogos) na OK Liga apesar de manter praticamente todo o grupo campeão, sendo relevante assinalar a saído do técnico Ivan Jaquierz para a equipa técnica do Porto.

A equipa de Aina Florenza, Laura Puigdueta e inúmeros outros talentos está, na classificação, aquém de um Vila-Sana de uma temível base argentina e das asturianas do Gijón.

Campeãs europeias pela última vez em 2018, em Lisboa, as agora anfitriãs do Gijón reerguem-se depois de algum apagamento. Com cinco títulos europeus conquistados, o Gijón triunfou como organizador em 2010, mas perdeu em 2017, frente às arquirivais europeias do Voltregà (seis títulos).

Sara Roces tem sido a figura esta época. MVP do Campeonato da Europa, a jovem de 20 anos soma 40 golos no campeonato, apenas aquém dos 42 de Aina Florenza. Note-se que a terceira mais goleadora, a mítica Luchi Agudo, soma "escassos" 28...

Na busca do sexto troféu, o Gijón terá pela frente o Cerdanyola, que surpreendeu ao passar num grupo em que o favoritismo era apontado ao Palau e ao Manlleu.

Com Adriana Gutierrez - três vezes vencedora da "Liga Europeia" com o Voltregà - como maestrina, o Cerdanyola aspira a surpreender, pese ter sido copiosamente derrotada na deslocação às Astúrias na primeira volta da OK Liga, por 8-0. Mas, um jogo não são jogos, e tudo é possível...

Final Four

Meias-finais

• MF2 • Palau vs. Benfica • 30.Abr • 16h30

• MF1 • Gijón vs. Cerdanyola • 30.Abr • 19h30

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 1.Mai • 18h

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Nuno Domingues falha últimos jogos

Nuno Domingues falha últimos jogos

Castigado com dois jogos de suspensão, Nuno Domingues, treinador do Marinhense, não estará no banco nos dois últimos jogos da sua equipa. O Marinhense é o actual lanterna-vermelha, mas ainda com hipóteses de manutenção.

«Para onde queremos que vá este desporto?»

«Para onde queremos que vá este desporto?»

No rescaldo da primeira meia-final da Taça WSE, Diego Mir, técnico do Valdagno, apelou a uma reflexão sobre o regulamento e o peso das decisões arbitrais.