Arranca o Campeonato!

Começa este sábado o agora Campeonato PLACARD, e logo com dois jogos, nas pistas de Paço de Arcos e do João Rocha, com histórias de mais de 30 títulos. Ao Clássico entre Sporting e Porto são chamados Pedro Silva e João Duarte.

Arranca o Campeonato!

A nova edição do Campeonato Nacional da I Divisão, agora Campeonato PLACARD, arranca este sábado em Braga às 17h, hora marcada para o início da partida entre os bracarenses e o Parede. Nesta ronda inaugural, o destaque vai para o Dérbi entre Paço de Arcos e Benfica e o Clássico entre Sporting e Porto.

Quis o sorteio que as quatro equipas com mais títulos de campeão nacional se encontrem nesta primeira jornada. No sábado, entram em pista no "Casablanca" 31 títulos de campeão, oito do Paço de Arcos e 23 do Benfica. No domingo, no João Rocha, há uma aura de 33 títulos, 24 do Porto, campeão em título, e nove do Sporting.

Candidatos

Porto, Benfica e Sporting são naturais candidatos ao título, com a Oliveirense a correr por fora. O Óquei de Barcelos, com uma troca no comando técnico de última hora, será uma incógnita.

Entre candidatos, foram os vice-campeões que promoveram mais mexidas no plantel. Ao Benfica, num claro reforço de argumentos, chegaram Bernardo Mendes, Nil Roca e Roberto Di Benedetto, sendo que apenas saíram os imberbes Rodrigo Vieira e Zé Miranda, que irão ganhar traquejo no vizinho Murches.

No campeão Porto, saiu o jovem Carlitos, pouco utilizado, para chegarem outros dois jovens, Diogo Barata e Roc Pujadas.

No Óquei de Barcelos e na Oliveirense só houve uma mexida entre jogadores de pista. Em Barcelos, saiu "Joca" Guimarães e entrou (regressou) Miguel Vieira, ao passo que em Oliveira de Azeméis saiu "Tato" Ferruccio e entrou Jordi Adroher. Na equipa de Paulo Pereira há ainda a registar também a saída do guarda-redes Nelson Filipe, depois de ter perdido quase toda a pretérita temporada por lesão.

Porto e Benfica discutiram e repartiram os dois primeiros títulos oficiais da temporada: os dragões ficaram com a Elite Cup e as águias com a Supertaça.

Já o Sporting teve um atípico defeso, mantendo os mesmos 10 que acabaram a pretérita temporada como parte da equipa principal. Os leões "só" venceram a Taça Continental, logo em Setembro, mas, não sendo renovada a confiança no técnico Paulo Freitas, a aposta é nos mesmos jogadores.

Nos bancos, a saída de Paulo Freitas para a chegada de Alejandro Dominguez - de regresso a Portugal um ano volvido, depois de ter orientado o Benfica até 2021 - seria a única alteração entre os candidatos a apontar. Mas, se Ricardo Ares, Nuno Resende, Rui Neto e Paulo Pereira receberam votos de confiança para a nova temporada, Neto acabaria por não resistir a uma pré-época titubeante. E Paulo Freitas assume o comando do Óquei de Barcelos.

Nomeações

Nas últimas oito edições do Campeonato Nacional da I Divisão houve quatro campeões diferentes. Mas, depois do Valongo em 2014 e do bi do Benfica em 2015 e 2016, o título vai passando de mão entre Porto (2017, 2019 e 2022) e Sporting (2018 e 2021).

Este domingo, no João Rocha, dragões e leões são protagonistas do ponto alto desta primeira jornada e, para apitar, foram escolhidos Pedro Silva (Porto) e João Duarte (Lisboa), que pontificaram entre os árbitros mais chamados a jogos da categoria máxima na pretérita temporada, com, respectivamente 25 e 27 jogos. Entre eles, o último embate entre Sporting e Porto para o campeonato, a 12 de Fevereiro, que terminou com um triunfo azul-e-branco por 3-7.

Este será o primeiro jogo entre os ditos "grandes do futebol" no campeonato, mas já o quarto em todas as provas oficiais, sendo que a direcção dos três anteriores esteve entregue a minhotos. Na Elite Cup, Rui Leitão e Pedro Figueiredo apitaram os jogos do Porto com Sporting ("meias") e Benfica (final), ao passo que à Supertaça foram chamados Rui Torres e Carlos Correia. Destes, Pedro Figueiredo, principal visado nas críticas do Benfica após a decisão da Elite Cup, não é chamado a nenhum jogo da ronda inaugural em virtude de estar na Taça Continental, em Follonica.

Chamados a esta primeira ronda do campeonato são Miguel Azevedo (Minho), Bruno Henriques (Lisboa) e Jorge Machado (Porto). Miguel e Bruno só estiveram num jogo cada na última edição do principal campeonato nacional e apitam este fim-de-semana, respectivamente, em Braga e Paço de Arcos. Para Jorge, será uma estreia absoluta na I Divisão, numa outra estreia, do Murches, a meio da semana em Valongo. Estreias que serão apadrinhadas por Joaquim Pinto, o árbitro que mais jogos apitou no último play-off: sete, incluindo três jogos da final.

1ª Jornada

• Braga vs. Parede • 17.Set • 17h • Rui Torres e Miguel Azevedo

• Famalicense vs. Riba d'Ave • 17.Set • 18h • Manuel Oliveira e Paulo Almeida

• Oliveirense vs. Tomar • 17.Set • 18h • Fernando Vasconcelos e Carlos Correia

• Paço de Arcos vs. Benfica • 17.Set • 18h • Miguel Guilherme e Bruno Henriques

• Óquei de Barcelos vs. Juventude de Viana • 17.Set • 21h30 • Sílvia Coelho e Rui Leitão

• Sporting vs. Porto • 18.Set • 15h • Pedro Silva e João Duarte

• Valongo vs. Murches • 21.Set • 21h • Joaquim Pinto e Jorge Machado

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Em busca de um presente para o centenário

Em busca de um presente para o centenário

A Oliveirense completa 100 anos e o técnico Paulo Pereira assume a vontade de conquistar um troféu para celebrar. O grupo de trabalho foi pouco mexido, apostando-se na consolidação e na correcção de 'pormenores'.

Valongo em três frentes, de agenda cheia até ao Mundial

Valongo em três frentes, de agenda cheia até ao Mundial

Neste arranque de época, ninguém tem a agenda tão preenchida como o Valongo. A equipa de Edo Bosch disputará a Taça Continental, seguindo-se campeonato e qualificação na Liga dos Campeões antes do Mundial.